• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato

Atitude Coletiva

chevron_left
chevron_right

Estou sendo manipulado? A ciência ensina como descobrir!

Estudo confirma que somos persuadidos a todo tempo, e quase nunca percebemos.

Raphael Domingos Publicado: 01/12/2015 15:32 | Atualizado: 01/12/2015 17:19

Você pode até duvidar, mas provavelmente está sendo manipulado sem perceber.

manipulacao_sossolteiros_01

Se até o presente momento acreditou que era simples perceber quando somos manipulados, de acordo com uma matéria publicada no site BBC Futuretalvez seja melhor rever essa ideia.

Segundo o mágico Jay Olson, estudante de psiquiatria na Universidade de Montreal, no Canadá, nossas escolhas sofrem grande influência por parte de elementos externos, dos quais nem percebemos, mas que exercem um enorme poder sobre nós.

manipulacao_sossolteiros

cbc

Para provar essa teoria, Olson realizou uma experiência usando suas habilidades de mágico, evidenciando a facilidade de manipular alguém de tal forma que a pessoa nem chegue a perceber.

Durante seus estudos de psicologia, o jovem notou que havia uma grande relação entre mágica e nosso comportamento mental, principalmente no que se refere a atenção e memorização. No seu processo de mestrado, ao conceitualizar alguns artifícios de mágico, encontrou algumas verdades sobre influênciapersuasão.

A mágica-experiência de Olson constistia em manusear ligeiramente um baralho em frente a um voluntário, pedindo que escolhesse uma carta aleatória e, após alguns movimentos, o mágico retirava do próprio bolso a carta escolhida – tá-dá!!

Entenda o truque usado na experiência

manipulacao_sossolteiros

O que os voluntários não sabiam, era que a carta já havia sido escolhida antes mesmo do truque começar, pois, quando o mágico exibia para o voluntário a carta eleita previamente, ele a passava mais devagar do que as outras. E a indução estava feita.

Contudo, a surpresa de Olson foi o fato de saber que 92% dos voluntários não se sentiram manipulados, e acreditavam ter escolhido a carta por desejo próprio.

Acha que é piada? Então se liga…

Jennifer McKendrick, formada em psicologia pela Universidade de Leicester (Grã-Bretanha), após realizar uma pesquisa de comportamento, entendeu que quando um mercado colocava canções alemãs ou francesas como música ambiente, os vinhos provenientes desses países eram mais consumidos.

Já um professor da Emory University (Atlanta), chamado Drew Westen, publicou um artigo em que relata uma experiência feita com um candidato eleitoral falso, que alocou a palavra “ratos” em anúncios. Claro, a aceitação do seu candidato foi negativa.


Como saber se estou sendo manipulado/a?

Ter conhecimento sobre as diretrizes abaixo não deixará você imune a manipulação, pois, excesso de informações também podem auxiliar nesse processo de ser enganado; é uma via de mão dupla. As indicações são baseadas em pesquisas científicas.

1. Tato

Passar as mãos sobre os ombros e olhar diretamente para os olhos de alguém pode desarmar uma pessoa. Este é um recurso que Olson utiliza em suas apresentações, e que pode ser muito bem empregada no nosso cotidiano.

manipulacao_sossolteiros_01

addiction

2. Velocidade da voz

Quando um mágico quer influenciar a escolha de alguém, ele apressa a pessoa de tal forma que ela tende a escolher a primeira coisa que lhe vier na mente, ou aos olhos (geralmente é algo sugerido pelo próprio mágico).

Se alguém te apressar a fazer uma escolha, dê um tempo a você mesmo para pensar em todas as possibilidades disponíveis e exclua a obrigação de escolher por impulso.

manipulacao_sossolteiros_02

 

3. Abra os olhos e fique atento

Quando está manipulando as cartas de baralho, Olsen deixa em evidência sob a visão do voluntário a carta que ele deseja que seja escolhida, pois tendemos a desejar as coisas que ficam em destaque.

Sempre que alguém estiver te oferecendo algo, preste atenção se entre as opções não há uma que essa pessoa está deixando em evidência para te convencer.

manipulacao_sossolteiros_02

the guardian

4. Perguntas perigosas

Perceba quando alguém realiza uma sugestão em forma de pergunta como “por que você acha que isso é uma boa ideia?” ou “na sua opinião, quais as vantagens disso?”, geralmente, o emissor da frase não quer saber a opinião e sim convencer as pessoas que sua escolha é a melhor, mas de maneira natural.

Até parece que a ideia foi sua.

manipulacao_sossolteiros_03

poker

Imagem de capa: ppcorn

Via: BBC Future

Raphael Domingos
Acredita que o processo de autoconhecimento é o melhor trampolim para encontrar propósito de vida, o que gera significado para toda uma existência, incluindo o aperfeiçoamento de performance profissional. Também crê no poder do colaborativismo e no sistema de conhecimento compartilhado.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui