• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Setor Bugiganga

Esse anel transforma a ponta do seu dedo em um ‘telefone’ via bluetooth

O sonho de ser o James Bond tornando-se realidade.

Quem foi criança nos anos 90, deve-se lembrar de quando o Inspetor Bugiganga atendia uma ligação usando apenas os dedos como telefone.

A vida não é uma desenho animado tampouco um filme de espião, mas a empresa chinesa Origami Labs, desenvolveu o ORII, um anel que transforma a ponta do dedo em um telefone, ou fone de ouvido, bluetooth.

Muito legal | Converse livremente

O produto usa a mesma tecnologia daqueles óculos escuros que tocam música dentro da nossa cabeça, através da condução óssea. Explicando grosseiramente, a vibração do som sairá do anel, percorrendo todo seu osso do dedo que, quando colocado na “portinha” do ouvido, passa a vibração aos ossos do seu crânio, atingindo o ouvido interno e pronto, você começa a ouvir.

O anel, que é a prova d’água, é munido de microfone com cancelamento duplo de ruído e suporta a Siri ou o Assistente da Google, permitindo, além de realizar e fazer chamadas, usar todas as funcionalidades dessas ferramentas, como redigir textos, publicar nas redes sociais, etc., apenas encostando o dedo na orelha e dando as coordenadas.

Uma outra empresa, desta vez da Coreia, também teve a mesma ideia, porém, ainda não finalizou o acordo com os patrocinadores.

O criador do anel, Kevin Wong, pretende que a invenção também seja uma grande ferramenta de inclusão aos deficientes visuais, como seu pai, que foi o estímulo para o surgimento da ideia. O ORII já está na pré-venda a partir de U$144, cerca de R$450, aqui.

Veja o vídeo do produto (em inglês) publicado pelo canal do Youtube Mashable News:

QUando o anel vibrar com uma ligação, coloque o dedo com o anelna orelha

Fonte(s): Mashable - Instagram, TechCrunch, DesignBoom, Engadget, Mashable - Youtube
Redação - Almanaque SOS
Sempre tem jeito. Acompanhe o SOS também pelo Facebook, Instagram e Twitter

Tá na rede!

Quero mais!

Veja mais artigos!

Em caso de chefe
clique aqui