• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Setor Bugiganga

Empresas se unem e criam soluções para combater erros médicos no Brasil

Há 700 mil casos de erro médico por ano no nosso país.

Provavelmente você ou alguém que conheça, já foi ao médico e recebeu um diagnóstico errado. Pois é, no país onde quase tudo vira pizza ou virose, isso infelizmente é bastante comum.

Como uma forma de amenizar esse problema, duas empresas se uniram para desenvolver ferramentas virtuais que auxiliarão os médicos e hospitais nos diagnósticos e tratamento dos pacientes.

A empresa brasileira de tecnologia para saúde, Pixeon, junto com a empresa mundial de informações e soluções para saúde, Wolters Kluwerdesenvolveram cinco ferramentas (softwares) que prometem diminuir os erros médicos, ajudar os hospitais e médicos nos cuidados ao paciente e diminuir os gastos desnecessários das instituições de saúde.

Smart Health é um sistema de gestão para hospitais, que ajuda a gerenciar desde a recepção até o prontuário eletrônico dos pacientes e estoque de medicamentos; o Up To Date é um recurso que da apoio à decisão médica com base em mais 9.700 recomendações e 24 especialidades médicas, e o Up To Date Anywhere permite o mesmo recurso, mas o médico não precisa estar usando os computadores do hospital.

Lexicomp é responsável por auxiliar o profissional de saúde quanto a medicações e terapias mais indicadas à cada caso e, por último, o Medi-Span, software que envia alertas automáticos aos médicos sobre os medicamentos entregues ao prontuário eletrônico do paciente.

Segundo a Sociedade Brasileira de Direito Médico e Bioética, estimasse que o Brasil tenha mais de 700 mil casos suspeitos de erro médico por ano. Se os hospitais puderem contar com a ajuda desse tipo de tecnologia, quem sabe esse número finalmente possa diminuir? As possíveis soluções já estão disponíveis.

Redação - Almanaque SOS
Sempre tem jeito. Acompanhe o SOS também pelo Facebook, Instagram e Twitter

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui