• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Setor Bugiganga

Empresa cria relógio inteligente para deficientes visuais

Em braile: é possível ler mensagens do celular, entre outras funções, por um preço acessível!

Além de todos os desafios que os deficientes visuais são obrigado a enfrentar diariamente, muitas vezes deixam de acompanhar novidades tecnológicas, inundada por aparelhos touchscreen, gadgets e um admirável mundo novo.

Os fundadores da Fingerson, uma startup sul coreana, além de notarem essa lacuna também perceberam que poucos e-books são traduzidos para o braile e aqueles que possuem essa função são extremamente caros. Por consequência, grande parte das pessoas portadoras de deficiência visual desistem de aprender o código.

Por isso criaram o Dot, um smartwatch (relógio inteligente) em braile que permite a leitura de mensagens, notícias, e-books, auxilia no aprendizado dessa linguagem e é muito mais barato.

dot-design-indaba-braille

Quando o smartphone, já conectado com o gadget, recebe alguma notificação, imediatamente envia uma mensagem via bluetooth ao Dot, que por sua vez traduz a mensagem para o braille.

Em uma combinação que envolve saliência e retração, ativa o conjunto de 24 pinos localizados em sua superfície, permitindo que o usuário possa ler as informações que recebeu. E tudo isso acontece em tempo real.

O relógio inteligente também possui um motor interno, que vibra a cada mensagem recebida, e disponibiliza ao usuário ajustar a velocidade com que as notificações aparecem.

braille-watch-gif

E nas palavras de Daniel Koh, o cabeça do departamento de Relações de Mídias da Fingerson, “com a nossa tecnologia queremos reduzir o número da discriminação silenciosa, relacionada a acessibilidade de informação, da qual pessoas cegas sofrem”.

Planeja-se para dezembro a produção de 3.000 exemplares nos EUA, estimados em um valor inferior a 300 dólares a unidade, mas a startup já está negociando com muitos outros distribuidores para que o acesso ao produto seja a nível global.

Fonte: Gizmag

Raphael Domingos
Acredita que o processo de autoconhecimento é o melhor trampolim para encontrar propósito de vida, o que gera significado para toda uma existência, incluindo o aperfeiçoamento de performance profissional. Também crê no poder do colaborativismo e no sistema de conhecimento compartilhado.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui