Comes e Bebes

Existe diferença entre Espumante e Champanhe?

21 de julho de 2023
Postado por Andressa Reis

Espumante e champanhe são sempre bem-vindos em comemorações, mas será que é tudo igual?

Aqui no Almanaque SOS, a gente já contou a forma certa de beber champanhe. Dessa vez, vamos explicar qual o diferencial desse tipo de vinho.

 

Qual a diferença entre espumante e champanhe?

A primeira coisa que você precisa saber é que todo champanhe é um espumante, mas nem todo espumante é champanhe.

O espumante passa por dois tipos de fermentação.

  • a fermentação comum, quando o açúcar se torna álcool, como acontece com todos os tipos de vinho.
  • a segunda fermentação acontece na própria garrafa, ou em tanques de pressão. Ela resulta na formação de bolhas de gás carbônico, assim, o espumante fica efervescente.

Já o champanhe é um vinho espumante com denominação de origem.

Isso quer dizer que ele deve ser  produzido na região de Champagne, na França, seguindo métodos de produção específicos.

A segunda fermentação dessa bebida deve acontecer apenas na garrafa, pois esse é o método mais tradicional.

Os tipos de uva também são específicos, elas devem ser Pinot Noir, Pinot Meunier e Chardonnay, enquanto os espumantes comuns podem ser feitos de tipos mais diversos e em qualquer lugar do mundo.

Por que a denominação de origem é importante?

A denominação de origem controlada (DOC) é muito importante para garantir que os vinhos de uma região não sejam falsificados, é como um selo de qualidade.

O champanhe produzido na região de Champagne recebeu esse selo em 1927, mas antes disso, a vinícola brasileira Peterlongo já produzia essa bebida com alto rigor.

Por isso, tal vinícola conseguiu a permissão para usar a denominação “champanhe” em seus rótulos, mesmo ficando em outro país!

Essa é mais uma prova que muitos vinhos brasileiros são de qualidade, além de terem um preço mais acessível.

Se você quer festejar e pretende estourar um espumante, não esqueça de conferir a quantidade ideal de bebida para sua festa, afinal, ninguém quer ficar de fora do brinde!

Ah, e lembre-se: quando beber, não dirija!

Gauchazh, Cono Sur, Blog dos Vinhos

MATÉRIAS RELACIONADAS