• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Atitude Coletiva

chevron_left
chevron_right

Dicas preciosas para arrumar uma namorada (ou namorado)

Tutorial mágico pra quem tá afim de sair do clube dos solteiros.

 

Tá afim de sair da sociedade dos solteiros anônimos e entrar no grupo do sexo todo dia dos que namoram?

— “Sim, por favor”

Encontrar alguém para dividir bons momentos é preciso um pouco mais do que vontade – precisa de alguns dados importantes. Pegue a sua vida, coloque na balança e acompanhe abaixo.

 

Seja interessado

Não adianta só querer ter alguém para dividir os bons momentos, você precisa de alguém para dividir a vida toda contigo, seja o que ela manda de legal ou chato – e convenhamos que ela/e manda várias coisas chatas. Um lance simples é estar disposto, se você estiver a fim de ter algo sério, este alguém vai aparecer.

 

Seja interessante

Você namoraria com alguém chato e sem sal? O lance funciona assim também para outras pessoas, e a expectativa é de que você seja tão interessante quanto quem você procura. Traduzido, não seja um/a mala que não sai de casa e não se arrisca em novas possibilidades. Só assim alguém vai prestar atenção em você.

 

Seja inteligente

Sabe quando recomendam que as pessoas precisam ler livros, ver filmes, conhecer músicas e ver o mundo? Isso tudo volta para o seu cérebro em forma de conhecimento. Você pode não se tornar um gênio, mas vai ficar mais esperto na hora de desenrolar o papo com alguma pessoa.

— “Sou o cara mais inteligente do mundo!”

 

Tenha algo para oferecer

Quer dizer, não falamos sobre dinheiro ou presentes – embora essas coisas sejam legais. “Ter algo a oferecer” é sobre ter algo em mente, ideias legais, um papo bom, saca? É sobre ser gente fina.

 

Descubra as afinidades

Caso você esteja procurando alguém que te faça sorrir pela internet, vamos combinar uma coisa agora, mas que você não vai contar para ninguém: Você pode TRAPACEAR. Vasculhe o perfil da pessoas, veja o que ela gosta, quais páginas tem dado like (dê uns likes também), sobre o que tem falado. Depois é só tocar nestes assuntos no chat e marcar um rolê, quem sabe…

 

Não procure alguém para te fazer feliz

Sério, se você procura alguém que te faça feliz, se toque logo antes de desgraçar a vida dessa pessoas TÁ? Desculpa falar assim, mas o ideal é procurar alguém que você seja feliz junto, afinal, o importante é compartilhar a felicidade que se tem, e se você está feliz consigo mesmo, vai ser feliz com qualquer um.

 

Saia para caçar

Ou você está pensando que as pessoas brotam na sua vida assim, do nada? Vá passear, procure pessoas, vasculhe entre os conhecidos, enfim, conheça alguém novo. Você até pode achar esse “alguém” na internet, mas nada se compara a ver ao vivo, olho-no-olho, sem poder apagar a merda que ia falar o que diz, e aí sim conferir se você gosta ou não.

 

Se arrume, tá?

Isso, se arrume, tome um banho, corte o cabelo, apare a barba, passe no shopping e compre roupas legais, ou então vá no brechó e use a sua noção para comprar as coisas certas e ter um estilo só seu. O importante é se arrumar, tá? Fique bonitinho, no mínimo.

 

E AS DUAS MAIS IMPORTANTES

 

Não procure alguém em específico

Loira, morena, alta, baixa, magra, gorda… enfim, se você for apegado a alguns estereótipos, nunca vai achar alguém para um possível romance. É claro que você pode ter as suas preferências, mas não abra mão de uma pessoa por ela não ser o seu tipo. Você pode se surpreender.

 

Não mude quem você é

Sim, tudo o que dissemos acima é importante, e se você puder mudar e melhorar em alguns aspectos, faça isso, mas nunca deixe de ser quem você é, afinal de contas, do que adianta ter tudo o que torna alguém interessante se você não tem personalidade? É como aquela receita de bolo que qualquer um pode fazer, mas que só a sua mãe faz ser especial.

— “Nunca mude. Por ninguém.”

 

 

Rodrigo Guarizo
Jornalista em formação, já passou pelo Portal ObaOba e já brincou de social media, além de produzir festas por São Paulo e rodar o país tocando em baladas. Dono do incrível poder da memória inútil, conta histórias ricas em detalhes que ninguém se importa. Mas são legais.

Tá na rede!

Quero mais!

Veja mais artigos!

Em caso de chefe
clique aqui