• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato

Comes & Bebes

chevron_left
chevron_right

Cuscuz sem segredo: como fazer sem utilizar cuscuzeira

Duas formas super simples para se virar sem cuscuzeira ou micro-ondas.

Bruno Oliveira Publicado: 23/12/2022 09:54 | Atualizado: 23/12/2022 13:14

Já se imaginou com aquela vontade de comer um cuscuz mas sem ter cuscuzeira, nem equipamento para fazer cuscuz de micro-ondas? Nós sim. Por isso, resolvemos atender ao pedido dos almanaqueos e ensinar dois métodos! Vem aprender como fazer cuscuz no fogão sem cuscuzeira.

Em um deles nós usamos uma peneira de metal e em outro um pano de prato, mas o resultado é o mesmo. Então bora lá!

 

Como fazer cuscuz sem cuscuzeira

Nós fizemos o cuscuz tradicional, amarelinho, usando os seguintes ingredientes:

  • 1 xícara (chá) de Flocão de Milho

  • ½ xícara (chá) de Água

  • 1 pitada de Sal*

*Você pode substituir o tempero de acordo com o seu gosto ou com o acompanhamento que você vai servir. Ou seja, você pode substituir o sal por açúcar, adoçante, coco ou queijo ralado, alecrim, cravo, caldos entre muitos outros ingredientes a seu gosto.

Hidratando o flocão

Você já deve saber que antes de cozinharmos o cuscuz é necessário hidratar os flocos de milho, portanto esse deve ser o primeiro passo. Além do mais, apesar de estarmos ensinando duas técnicas relativamente diferentes, ambas utilizam o cuscuz hidratado pelo mesmo processo.

Sendo assim, em um recipiente, adicione o flocão de milho a água e o tempero, usamos sal.

 

Feito isso, misture bem os ingredientes e deixe descansar por 10 minutos.

 

1. Pano de prato

Antes de mais nada, é importante saber que o pano de prato precisa ter sido higienizado e com produtos neutros. Caso contrário, o odor ou mesmo a sujeira podem passar para o cuscuz durante o cozimento. Vamos evitar a intoxicação alimentão, não é mesmo?

 

Na sequência, coloque a água para ferver, mas tome cuidado para não colocar água demais, pois durante o processo de cozimento ela pode entrar em contato com o pano e transformar o cuscuz em uma espécie de polenta, e não é isso que queremos.

 

Assim que os flocos estiverem hidratados, coloque-os em um prato, de preferência fundo e com o tamanho um pouco maior que a boca da panela para não vazar, e cubra com o pano.

 

Logo depois, vire esse prato de cabeça para baixo enquanto segura o pano de modo a fazer uma trouxinha com o prato, mas ele vai ficar parecendo um disco voador.

 

Em seguida, prenda as extremidades do pano no fundo do prato de maneira que ele fique bem firme e não deixe o cuscuz escapar. Você pode usar uma liga de cabelo, um prendedor de roupa, talheres ou até dar um nó no pano para evitar que ele escape.

Feito isso, repouse o prato de cabeça para baixo na boca da panela e deixe cozinhar no vapor da água por, aproximadamente, 10 minutos e o seu amarelinho está pronto!

 

2. Peneira

Para a técnica da peneira, opte por usar uma panela mais funda, já que sendo assim fica mais difícil do borbulhar da água entrar em contato com a massa do cuscuz. Em nosso vídeo, usamos um fervedor.

Também é importante que a peneira não seja menor, ou muito muito maior que a boca da panela que você decidir usar. Se for menor ela pode cair dentro da água e se for maior demais, pode deixar o cuscuz das laterais mal cozidos.

Fora isso não há mistério, basta colocar os flocos hidratados na peneira, “encaixar” a peneira na boca da panela, fechar com uma tampa, deixar cozinhar por mais 10 minutos e tá pronto!

 

Essas dicas são infalíveis e o resultado é um cuscuz bem amarelinho, quentinho, fofinho e gostoso.

 

O que a galera achou desta dica

O brasileiro é apaixonado por cuscuz e assim são os seguidores do Almanaque SOS que adoraram a técnica e também deram dicas valiosas em nossas redes sociais:

“Pode usar a própria tampa da panela pra fazer no lugar do prato. Fica bem mais fácil pq encaixa direitinho. Passamos meses fazendo isso aqui em casa. Super indico pra quem não tem cuscuzeira!”, explica Carla Moreira em nosso Instagram.

“Obrigada! Perda total da minha cuscuzeira porque esqueci ela no fogo, aí não comprei ainda. 😂”, disse Flávia Andrade em nosso Tiktok.

“Minha mãe ficou toda encantada quando descobriu isso e fez toda alegre pra mim. Botei uma colher na boca e veio aquela fragrância gostosa de amaciante 🤦🏽‍”, brinca Rhafael Oliveira em nossa página no Facebook.

“Olá! Dá pra aproveitar e cozinhar o cuscuz durante o cozimento do arroz, na boca da panela, assim você economiza tempo e gás.”, conta Joice Santos em nosso canal no Youtube.

Se você mora só e prefere fazer uma porção única de um cuscuz igualmente gostoso como o que ensinamos aqui, confira nosso artigo ensinando a fazer o cuscuz de caneca, o nosso querido cuscuz de sOlteeeEEiro…

Bruno Oliveira
Atleta virtual, jornalista, podcaster e gamer de esquerda nas horas vagas. Acredita piamente na capacidade do ser humano de ser melhor, sempre. Dog person e pernambucano, observa o mundo em camadas.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui