• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Atitude Coletiva

chevron_left
chevron_right

CUIDADO: O Emoji que você manda pode ter sentido completamente diferente para outras pessoas

A ciência analisou diferentes aparelhos e descobriu a fonte dos problemas.

Já enviou um emoji pra quebrar o gelo numa conversa e seu amigo não entendeu “bulhufas”?

Você mandou um sorrisinho fofo para encerrar uma conversar e depois ouvir boatos de que foi extremamente grosseiro no Whatsapp? Calma, antes de ser convidado para o programa “Casos de Família”, descubra porque isso anda acontecendo.

casos_sosoteiros

scrapee

Isso acontece porque um emoji pode ser diferente em várias plataformas, ter diferentes interpretações entre as pessoas e consequentemente, gerar falhas de comunicação numa conversa.

E esse papo não é adivinhação, rolou até um estudo acadêmico sobre o assunto.

O Estudo

Um estudo feito pelo GroupLens – laboratório de pesquisa no Departamento de Ciência da Computação e Engenharia da Universidade de Minnesota – reuniu 304 pessoas, onde cada uma fez a avaliação de 15 representações de emojis e que sentimentos os mesmos provocavam.

Os participantes deram uma nota que oscilava entre – 5 e 5 para classificar as expressões e também descreveram com as suas palavras o que os emojis significavam para cada um.

Durante o estudo, os pesquisadores descobriram que um simples emoji sorridente pode gerar reações ambíguas, dependendo da plataforma e do aparelho utilizado.

Se no Google, o emoji “feliz” pode significar apenas uma carinha fofa de felicidade, em aparelhos da Apple ou em redes sociais como Twitter, ele pode significar um sorriso pra lá de irônico.

Ou seja, dependendo do aparelho utilizado, o emoji vai ter um formato diferente.

emoji significados diferentes

 nexo

E você pode pensar que isso não deve influenciar tanto, mas veja a imagem acima: se eu, por exemplo, mandar um emoji pelo Samsung, será um sorissão todo aberto. Agora se mandar o mesmo pelo Facebook, parece com a expressão “ixi, f*deu“, né?

Conclusões relativas

O estudo concluiu que não só as plataformas diferentes geram significados variáveis, mas também a própria interpretação das pessoas em uma mesma plataforma pode gerar outros significados para os emojis. Os pesquisadores ainda apontaram que o estudo foi limitado em alguns pontos, porque:

  • O texto que acompanha a mensagem pode tirar o duplo sentido do emoji.
  • A cultura, idade e formação também podem influenciar uma conversa com emojis.

Talvez não tenha mudado sua vida saber desse estudo, mas se você mandou um emoji inofensivo para o crush ou um amigo e não foi tão legal assim, agora já sabe o possível motivo.

O jeito é tomar cuidado com quem você conversa, assim quando acontecer alguma gafe com emojis, ninguém encana e se joga no “kkk”.

Fonte(s): GroupLens, BuzzFeed, Nexo Jornal
Kelly Christi
Cronista, jornalista, criadora do blog literário Pequenos Deleites, curiosa, louca por livros e sem paciência com paranoicos.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui