• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato

Atitude Coletiva

chevron_left
chevron_right

Coronavírus: plataforma conecta vizinhos que podem ajudar quem precisa na quarentena

Vizinho do Bem: você pode ser voluntário e auxiliar quem está no grupo de risco.

Daiane Oliveira Publicado: 20/03/2020 10:05 | Atualizado: 21/03/2020 10:50

Não tem sido fácil lidar com a quarentena imposta pela pandemia do novo coronavírus, nós sabemos. E em situações delicadas assim, percebemos como é importante praticarmos a solidariedade.

Pensando nisso, a Noknox, empresa de gestão predial, desenvolveu uma plataforma emergencial: o Vizinho do Bem é um site onde é possível conectar pessoas que precisam de amparo em virtude do isolamento social de prevenção à COVID-19 com pessoas dispostas a ajudar.

Funciona assim:

Quem precisa de ajuda preenche um breve formulário com as razões pelas quais não pode sair de casa (ter mais de 60 anos, ser portador de doença crônica ou morar com pessoas em situação de risco, por exemplo) e descreve o tipo de ajuda que precisa, seja para realizar compras no supermercado, farmácia, entregar ou buscar objetos, ou outras necessidades como levar animais de estimação para passear.

Além disso, é preciso detalhar endereço completo e um número de celular com WhatsApp para que seja realizado o contato.

Já quem está disposto a ajudar deve informar se esse auxilio pode ser feito apenas no seu condomínio, rua, bairro ou na cidade toda; e descrever o tipo de serviço que a pessoa pode oferecer – gratuitamente, vale lembrar.

Lembrando que ao ter contato com alguma pessoa no grupo de risco, é muito importante tomar todos os cuidados, como lavar bem as mãos (antes, durante e depois do serviço) e manter distanciamento de, pelo menos, 1 metro.

Também é possível se oferecer para ser um “voluntário digital” que vai contribuir com a moderação e distribuição dos pedidos de ajuda – conectando os pedidos de ajuda com os serviços oferecidos pelos vizinhos.

Iniciativas assim são importantes para garantir o isolamento social de pessoas mais vulneráveis ao novo coronavírus, buscando minimizar os impactos dessa medida tão necessária dada a pandemia global que enfrentamos.

Fiquemos em casa sempre que possível. Se for para sair, que seja para ajudar um vizinho pertencente ao grupo de risco.

Daiane Oliveira
Jornalista, feminista e mãe. Discute religião, política, sexo e hábitos sustentáveis. Não discute futebol porque não entende. Quem sabe um dia.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui