Dicas

Coronavírus: como limpar o celular, computador e outros aparelhos eletrônicos

17 de março de 2020
Postado por Dario

O novo coronavírus que causa a doença respiratória conhecida como COVID-19 pode sobreviver em algumas superfícies por algum tempo, cerca de 3 dias no plástico e aço inox, e isso pode incluir o nosso amado telefone.

Este dispositivo que você usa constantemente e frequentemente pressiona contra o rosto, o que significa que qualquer bactéria, vírus ou outro germe que chega ao seu telefone ou capinha pode ser facilmente transferido para a sua pele.

Lavar as mãos da maneira certa pode ajudar a impedir que você e seus entes queridos transmitam o vírus, mas e a limpeza do telefone?

A boa notícia é que desinfetar seu dispositivo eletrônico é fácil, mas precisa ser repetido com frequência (todo dia), principalmente se você sair de casa – nesse caso, limpe toda vez que chegar no local (e evite levar o aparelho ao rosto enquanto está na rua).

A Apple afirmou que você pode limpar seu iPhone com segurança com toalhas desinfetantes. Álcool em gel 70% entra aqui também, basta aplicar em um pano que não solte fiapos, antes de limpar o aparelho (desligado).

“Fazendo uma limpeza com álcool isopropílico a 70% ou toalhas desinfetantes, você pode limpar suavemente as superfícies duras e não porosas do seu produto Apple, como a tela, o teclado ou outras superfícies externas. Não use alvejante. Evite a umidade e não mergulhe o produto Apple em nenhum produto de limpeza. Não use em superfícies de tecido ou couro”, revela o artigo publicado no The Wall Street Journal.

A Samsung não se pronunciou até o momento.

Se você tocar no telefone depois de tocar em uma maçaneta da porta pública ou carrinho de compras, pense imediatamente em limpá-lo com álcool em gel (70%). Não. O álcool direto pode descascar os revestimentos oleofóbicos e hidrofóbicos que impedem que o óleo e a água danifiquem sua tela e outras portas.

Alguns sites sugerem a criação de uma mistura de álcool e água, mas é crucial obter a concentração certa. Faça da forma errada e você pode danificar seu telefone.

Por isso, a aposta mais segura é usar lenços desinfetantes que contenham álcool isopropílico a 70% para limpar a tela do telefone, ou o bom e velho álcool em gel 70% em um paninho sem fiapo, como explicado anteriormente.

As diretrizes de limpeza recentemente revisadas da AT&T sugerem que você “borrife um desinfetante não abrasivo ou à base de álcool (70% isopropil) diretamente em um pano macio que não solte fiapos e limpe o dispositivo enquanto estiver desligado e desconectado”.

Há quem limpe, de forma mais profunda, com água e detergente (afinal, o sabão ainda é o pior inimigo do COVID-19). Mas como é um método arriscado que precisa de bastante cuidado, devido aos componentes eletrônicos, não vamos indicar nesse artigo.

Cnet

MATÉRIAS RELACIONADAS