• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato

Faz Tudo

chevron_left
chevron_right

Como soltar um anel preso (sem sabonete ou cremes)

MacGyver ensinou e a gente compartilha.

Dario C L Barbosa Publicado: 11/06/2014 11:59 | Atualizado: 11/06/2014 12:03

 

Vão-se os anéis, ficam-se os dedos.

Mas nem sempre é assim. Afinal, quem nunca teve o anel emperrado? Não amigo, esse post não é sobre hemorróidas. Muitas vezes inchamos, seja por calor ou por engordar …só pelo calor mesmo.

O truque da vovó de passar sabonete, óleo, creme… funciona na maioria das vezes. Mas vamos supor que não tem nada disso perto de você, mas na sua bolsa/mochila tem o kit MacGyver completo, fio dental e um alfinete de segurança (ou clips).

macgyver-multitool-real-packaging-3

 Então prepare-se para a mágica!

 O Truque (em inglês):

Tecla Sap

Vai precisar de FIO DENTAL e um ALFINETE DE SEGURANÇA (ou clips)

anel preso fio dental 1

E um ANEL EMPERRADO… claro.

anel preso fio dental 2

Pegue mais ou menos 1 metro de fio

anel preso fio dental 5

Alinhe paralelamente o fio ao anel

anel preso fio dental 6

Com o alfinete, coloque o fio dentro do anel, e para fora dele

anel preso fio dental 7

Segure pelo dedão cerca de 15 cm do fio, o restante fica para enrolar no dedo com mais falta de circulação que metrô de São Paulo.

anel preso fio dental 8

Faça voltas firmes com o fio, próximo ao anel. Quanto mais preso o anel, mais voltas tem que dar.

anel preso fio dental 10

Faça uma espécie de nó no final, para que o fio não saia do dedo.

anel preso fio dental 11

Agora é a vez de puxar o fio preso pelo dedão. Vá desenrolando ele, no sentido do dedo indicador, devagarinho.

anel preso fio dental 13
anel preso fio dental 15

Até que…

anel preso fio dental 16

Mágica!!

 

Dario C L Barbosa
Fundador e editor do Almanaque SOS. Paulistano, formado em Comunicação Social, trocou os anos em redes de rádio e televisão pela internet em 2012. Vegetariano, meditante e ecossocialista na luta por consciência e equidade. ( Twitter - Instagram ).

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui