• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Atitude Coletiva

chevron_left
chevron_right

Como se manter motivado quando nada dá certo: Dicas de um sobrevivente

Qual é seu sonho e como pode alcançá-lo agora?

10665336_287306674799393_2495396421162613888_n
Depois de falhar numa tentativa de suicídio movida por minha depressão no ano passado*, precisei entender o que me levou a querer não existir: medo do futuro, de não ter sonhos realizados, ou pior, de não me sustentar a partir deles. Meu poder massacrante de autocrítica e incapacidade de lidar com eventos que não posso controlar quase tiraram minha vida.

Quase, pequeno hobbit.

Quando “ressuscitei” — pois é essa a sensação depois de três dias inconsciente e uma semana dopado —, voltei a fim de eliminar minha autopiedade, sem desesperar quando problemas aparecerem. Decidi criar razões para querer atravessar qualquer rebú, deixar #meumundomelhor!

O PROBLEMA

Parece que nada dará certo e a solução é jogar tudo para o alto porque você é o maior cocô já cagado pelo cavalo do bandido sobre um monte de estrume. É fácil sentir que o peso do mundo caiu nas suas costas quando atingiu certa idade. Se você for um julgador apaixonado de si — como sou de mim —, vai se pressionar a ser perfeito (até fisicamente) e a ter uma carreira estável antes de um tempo que só pode ser definido por você! Essa pressa para “dar certo” traz a sensação de tempo perdido e a certeza de que o caminho trilhado está tão torto quanto a sua cara.

QUAL É SEU SONHO E COMO VOCÊ PODE ALCANÇÁ-LO AGORA?

1560749_260088320854562_4614584635775878155_n
Defina ou redefina rotas. Na luta contra a falta de vontade de viver, o que funcionou foi arriscar tudo que tenho atrás de meus sonhos. Penso que se cheguei ao extremo de tentar me aniquilar, não tenho nada a perder, então posso experimentar tudo (só que você não precisa chegar a esse extremo para ter a mesma coragem).

Meu sonho é viver dos meus livros, meu blog e meu canal do YouTube. Esquematizei como chegar lá produzindo muito conteúdo em pouco tempo, a sacrifício de minha vida social, profissional e acadêmica.

Depois de dois anos eu já havia conquistado um espaço. Só que por mais que tivesse ido “longe”, estava depressivamente distante de ser grande. Para somar, passei a querer viajar imediatamente, ter idependência e tudo que cansamos de saber. Realizei que seria mais fácil abandonar sonhos e pegar um emprego qualquer para matar essas experimentações que todo jovem de 20 e poucos anos, já estagiando ou trabalhando, está fazendo na minha timeline do Facebook. Se eu tivesse seguido minha “razão”, teria desistido.

Mas me dei outra chance. Criei motivações novas, coloquei os pés no chão e vi que precisaria reformar e atualizar planos para que se adaptassem ao jogo que mudou — e eu não mudei porque estava cimentado no que esperava, não no que acontecia. Todas as vezes que preciso acreditar no que faço, penso na casa que quero ter. Na comida que quero comprar. Na rotina que escolhi ter. É assim que aciono a força de vontade, transformando medo do futuro em curiosidade.

COMO DESATOLAR DAS MERDASSS (MUITASSS DELASSS)

Enxergue um futuro que dê água na boca e que esteja dentro dos limites do que você pode realizar com o que já tem em mãos. Não vale é viver em função de um futuro improvável e não é novidade que a vida muda — e quanto mais resistimos às mudanças, mais frustrados e choramingões ficamos.

Lide com um problema de cada vez e quando perder de vista seus objetivos, os planos de aproveitá-los depois de passar pelo corredor polonês do dia a dia manterão seus pés firmes. Se você se inspirar em meu exemplo e nos de mil outros, equilibrando o fantasiar com o agir, você vai chegar onde-caralhos-quiser e não haverá tempestade em copo de requeijão capaz de te parar!

Aqui está um dos vídeos que inspiram a gente a deixar as incertezas e obstáculos de lado e ir à luta!

*Leia mais sobre minha tentativa de suicídio e as 20 coisas que aprendi dele “neste link

artigo_patrocinado

Enrique Coimbra
"Sem H" mesmo. Escreveu os livros "Sobre um garoto que beija garotos", "Um Gay Suicida em Shangri-la" e "Os Hereges de Santa Cruz". Também grava vídeos para o canal "enriquesemh" do YouTube, é capista, e criou o site Discípulos de Peter Pan , sobre comportamento e bem-estar!

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui