• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato

Sinta-se Bem

Como parar um ataque de pânico imediatamente: truque simples com limão

A técnica é semelhante ao mindfulness (atenção plena).

Paulo Olinto Publicado: 13/05/2020 11:30 | Atualizado: 13/05/2020 11:53

A cada ano, no Brasil, a busca pelo termo “ataque de pânico” e “ansiedade” cresce no Google. Por conta da pandemia pelo novo coronavírus, é natural que isso tenha aumentado ainda mais.

Com tanta pressão, isolamento social e aumento no número de mortos, não é fácil relaxar.  Alguns sintomas que ajudam a identificar o problema são tonturas, aceleração dos batimentos cardíacos, formigamento, dor no peito, entre outros mais.

Um relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostrou que, em 2018, o Brasil foi nomeado o país mais ansioso do mundo. A entidade concluiu que aqui no nosso país, temos mais de 18 milhões de pessoas que convivem com o problema.

A ansiedade, responsável pelo ataque de pânico, é a condição mental com maior incidência de incapacidade na maioria dos países analisados, segundo o relatório. Entre eles, também estão: Estados Unidos, Bolívia, Peru, Suriname, Chile, Argentina, Colômbia, etc.

 

Truque para evitar ataques de pânico

Apesar de cada vez mais comum, existe um macete que pode ajudar a contornar os ataques. A usuária Claudia Shaw ensinou pelo Tik Tok um truque super interessante que aprendeu como paciente em um hospital psiquiátrico; você só precisa de um limão:

@claudiashaw##fyp ##foryou ##anxiety ##panicattack ##foryoupage ##mentalhealthawareness♬ original sound – claudiashaw

Ela conta que tudo o que você precisa fazer é chupar um limão durante a crise. Simples assim.

Claudia diz que a intenção é tirar o foco da turbulência que acontece na cabeça durante o ataque de pânico e direcionar este foco no forte sabor do limão, impossível de ignorar.

Claro que ninguém anda com limão no bolso, por isso a dica funciona melhor em casa. Mas podemos usar esse método de outras formas, como nos explica a psiquiatra Jucianny Sales:

“Na literatura médica acredito que não exista especificamente ”morder um limão”.

Mas, de fato, quando você está ansioso, acaba focando em algum problema e só alimenta ainda mais a ansiedade.

Quando desviamos nosso foco desse problema, seja com qual for a técnica, pode ser um mindfulness, por exemplo, conseguimos driblar alguns sintomas da ansiedade naquele momento.”

O mindfulness (atenção plena) é uma forma de meditação ativa, onde você observa tudo o que acontece com você e ao seu redor, estando completamente presente. Por isso, chupar limão teria o mesmo efeito; a acidez da fruta traz a pessoa completamente para o momento presente.

Apesar da gambiarra funcionar de certa forma, é muito importante sempre buscar ajuda médica. Em período de isolamento social, vários terapeutas estão tratando pacientes online e de forma gratuita (indicamos alguns aqui).

Fonte(s): G1, Catraca Livre, Ministério da Saúde, Abril, WHO, Organiza Top
Paulo Olinto
Mestrando em Jornalismo e Pesquisador de desinformação nas redes sociais. Adora plantas e um bom papo sobre política, educação, e claro, marketing digital no nosso amigo Instagram.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui