• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Sem Crise!

Como não deixar a inflação afetar suas finanças e acabar o ano no positivo

Especialista em economia explica como garantir a diversão sem apertar o orçamento.

Vamos falar sobre a sua situação financeira?

madruga_sososlteiros

Não está sendo fácil. Com a inflação batendo na casa dos 9%, é fácil sentir seus efeitos num lugar particularmente dolorido: o bolso.

Seja no combo cinema + barzinho, ou na alta do preço do leite e do tomate, a inflação vêm consumindo o poder de compra do brasileiro. Com tantos encarecimentos, será possível brindar o novo ano com dinheiro no bolso?

Segundo o especialista e professor de economia Alfredo Meneghetti, com um pouco de organização é possível sim garantir a diversão nos próximos meses sem apertar demais o orçamento. Basta seguir as dicas abaixo para chegar em dezembro com saúde financeira para dar e vender!

***

1. Criatividade em nome da diversão

O combustível, a energia elétrica e os alimentos são os setores que mais sofrem com a crise econômica no país, explica Meneghetti. Assim, até uma ida ao cinema pode fazer um estrago em suas finanças, já que os serviços repassam os custos dos aumentos para o consumidor.

Para manter o orçamento em dia, prefira programas diurnos e gratuítos. Explore parques, praças, museus, pontos turísticos, tire a poeira dos patins, consulte a programação cultural da sua cidade e seja feliz à luz do dia.

Para os noturnos, a cidade também pode oferecer opções de lazer com baixo custo e muita diversão. Ou que tal fazer sua própria programação? Chamar os amigos para fazer um luau, criar noites gastronômicas em casa e até trocar o cinema por uma sessão-pipoca embaixo das cobertas pode ser uma boa pedida. O que não vale é deixar o tédio tomar conta!

em-vez-de-cinema-piquenique

 

2. Apague a luz!

Ok, não estamos pedindo para você voltar ao tempo das cavernas, mas há ótimas maneiras de diminuir a tão temida conta de luz. Uma boa dica é trocar tudo que é elétrico por versões a gás. Outra é trocar as lâmpadas comuns (incandescente, fluorescente) pelas de LED, mais econômicas.

Já para os eletrodomésticos que consomem muita energia, como máquinas de lavar e ferro de passar, o ideal é usá-los com menos frequência, pois sai mais barato lavar e passar todas as roupas de uma vez do que ligar os aparelhos todos os dias.

281857_410556085676467_421094373_n

 

3. Poupar grana, ganhando saúde!

Segundo Meneghetti, sair de carro só vale a pena se o destino for longe, já que o gasto com combustível, estacionamento e manutenção podem superar o conforto da viagem. Para ir a lugares próximos, garante o especialista, é mais vantajoso economicamente usar táxis, ônibus, lotações ou bike, né?

BICICLETA-x-CARRO

 

4. Deixe o cartão de crédito em casa

É essencial manter-se longe das dívidas, garante o especialista. O dinheiro pago em compras a longo prazo poderia ser aplicado em fundos de investimento, rentáveis a médio e longo prazo.

Para compras que ultrapassem 50% da sua renda líquida total, Meneghetti recomenda que sejam feitos pelo menos três orçamentos diferentes antes da compra, e pagar à vista ou, pelo menos, com o mínimo de parcelas possíveis.

Mas não é só isso: a soma de todas as parcelas, incluindo financiamentos, não deve comprometer mais do que 30% do orçamento.

cartao_sossolteiro

Exame

5. Planejamento é a alma do negócio

Planilhas de planejamento financeiro são muito populares, e dão uma ajuda e tanto na hora de controlar a entrada e saída de dinheiro, garante o especialista. Registrando os ganhos e gastos, é possível enxergar com clareza a situação financeira, e identificar por onde a renda escorre com mais facilidade.

Para quem tem dificuldade com planilhas e tabelas, existem aplicativos gratuitos de finanças pessoais que calculam o saldo mensal, avisa sobre o vencimento de contas, além de criar um calendário financeiro, para que o usuário possa controlar suas dívidas mês a mês.

planz.gif

– Por acaso tenho cara de alguém com um plano?

 

Se quiser passar ileso da crise, é melhor se mexer.

 

Imagem de capa: eletricabe

Robbie Jacks
Sarcástica, dramática, intensa, carioca, professora, jornalista, escritora, Mestra em Literatura Norte-Americana. Ainda não descobriu por que estuda tanto. Só sabe que quer viver de palavras. E de atitudes. E de amor, muito amor. :D

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui