• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Faz Tudo

chevron_left
chevron_right

Como memorizar qualquer coisa sem fazer (muito) esforço

São 5 técnicas de memorização aprovados pela ciência!

Havia planejado começar esse artigo de uma maneira bem legal, mas esqueci.

cerebro_homer_sososlteiros

Felizmente, se você também esquece das coisas, ainda existe esperança! A University College London formou uma verdadeira força-tarefa composta por ex-campeões mundiais de memória e pesquisadores para desvendar os segredos da memorização.

Formou-se um grande campeonato (que contou com especialistas no assunto e pessoas normais), onde cada candidato recebeu uma lista com 80 palavras escritas no idioma lituano, ou seja, desconhecidas de significado aos participantes, em uma determinada ordem. Uma semana depois eles deveriam voltar e apresentar essas palavras em sua ordem original.

Embora o estudo ainda não tenha sido completamente concluído, os pesquisadores já conseguiram colher alguns de seus primeiros frutos ao avaliar as estratégias adotados pelos times que chegaram mais perto de reordenar as 80 palavras.

Veja algumas das estratégias que se mostraram mais efetivas no experimento.

***

1. Quanto mais difícil, melhor

Uma das técnicas adotadas por alguns participantes, foi a de tentar adivinhar o significado das palavras em lituano, antes de decorar a ordem delas. Mesmo errando o significado da maioria das palavras, foi constatado uma capacidade de memorização duas vezes maior em comparação à participantes que não usaram a técnica e apenas tentaram ordenar as palavras.

A ideia por trás disso é simples: Ao tentar atribuir significados às palavras desconhecidas, aumenta-se também o grau de dificuldade da tarefa, o que proporciona uma melhora na atenção e no foco, facilitando assim, que as palavras fossem recordadas mais tarde.

Em outras palavras, o cérebro trabalha melhor quando é um pouquinho mais exigido.

gato_estuda_sossolteiros

 

2. Vá com calma

Outra técnica que se mostrou bastante efetiva, foi a de realizar pausas curtas entre a memorização de uma palavra e outra. Isso garante que haverá tempo suficiente para a fixação do que acabou de memorizar. Além disso, adotar essas pausas durante o processo minimiza a fadiga, uma das grandes vilãs da memorização.

pausa_estudo_sososlteirtos

 

3. Memorize em ciclos

Muita gente costuma categorizar o que precisa ser memorizado e então memorizar uma categoria de cada vez. Por exemplo, um professor pode achar mais eficiente memorizar primeiro o nome de seus alunos e depois de suas alunas. Entretanto, ainda de acordo com o experimento, essa estratégia não se mostrou precisa.

Uma maneira mais efetiva de memorizar as palavras é através de ciclos. Por exemplo, memorizar da primeira até a décima palavra, da décima primeira até a vigésima, e então retorna à primeira, sem perder muito tempo em nenhuma.

A repetição acaba favorecendo bastante a memorização e é mais eficaz do que memorizar as palavras uma a uma, pois você corre o risco de ter esquecido a primeira quando chegar na última.

de_novo_sososlteiros

– De novo?

 

4. Faça uma história

Pode parecer um pouco bizarro, mas criar uma historinha com o que precisa ser memorizado é uma excelente técnica.

Ao fazer isso, você cria conectivos lógicos que favorecem a memorização, pois permitem que, ao lembrar da primeira palavra, seja mais fácil lembrar da segunda e assim por diante. Tudo estará ligado, como uma história.

Posteriormente, cada item memorizado servirá como ponto de referência na hora de se recordar.

historiasemf im_sososlteiros

– História sem fim

 

5. Tem até aplicativo!

Ao final do estudo, todas as técnicas e descobertas servirão para aperfeiçoar um aplicativo chamado Memrise, projetado por Ed Cooke, ex campeão mundial de memória. Este app, disponível para Android e iOS utiliza técnicas de memorização no auxílio do aprendizado de idiomas.

– A revoluçao do aprendizado online. Escolha alguma coisa para aprender. É grátis.

 

Imagem de capa: iaulas

Via: BBC

Luan Lima
Estudante de Ciência da Computação e nerd assumido, sou um entusiasta de cultura, tecnologia e esportes. O que todas essas coisas tem em comum? São três dos meus assuntos favoritos! Baita coincidência, não!?

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui