• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato

Sinta-se Bem

Colete para ajustar a postura não funciona e ainda faz mal

Cinta modeladora para perder barriga também entrou na mira – e foi reprovada!

Adriano Ferreira Publicado: 24/09/2020 15:26 | Atualizado: 25/09/2020 12:11

Segundo especialistas, o colete para coluna promete milagres mas só vai te dar prejuízos tanto para a saúde, quanto no bolso. Além do colete postural, a cinta modeladora também é um tiro no pé. Veja como contornar a seguir.

 

Fake News: colete para postura não funciona e faz mal

A fisioterapeuta Aline de Fátima, fundadora do estúdio de Fisioterapia e Pilates Espaço Inovar, em Mendes, interior do Rio do Janeiro, alerta para os coletes que não ajudam como anunciam e até causam danos.

Em seu perfil do TikTok, @drafisioaline, a especialista “joga por terra” os mitos de produtos da categoria que estão disponíveis no mercado. Muitos deles não funcionam porque provocam um enfraquecimento da musculatura.

“Nós só ficamos de pé e eretos com uma boa postura, porque temos músculos que nos sustentam nessa posição.

Quando eu uso um colete que faz a ação desses músculos, eles ficam sem movimento. Um músculo que fica sem se movimentar, por um longo período, perde força.

Então, quando você tira o colete, esse músculo que deveria sustentar a sua coluna, fica fraco. Por isso, a situação pode piorar “, adverte a fisioterapeuta e influenciadora Aline de Fátima.

Colete que promete ajustar a postura, denunciado pela fisioterapeuta.

A doutora Aline de Fátima explica que as alterações na curvatura da nossa coluna não acontecem porque estamos tortos para frente, para trás, para um lado ou para o outro. Nossa postura tende a ficar curvada por conta da gravidade, que pesa.

Ao perder a força de sustentação do nosso próprio corpo, por conta dessa força da natureza, acabamos cedendo, como uma forma de adaptação. O colete, então, não vai devolver a nossa força para vencer a gravidade. Ele apenas “maquia” o problema.

O importante, para ter uma postura adequada, é focar na força de sustentação do corpo.

O especialista em estética corporal, Paulo Silva, formado em fisioterapia pela universidade São Camilo e pós-graduado em fisioterapia do aparelho locomotor no esporte pela UNIFESP, concorda:

“Os coletes não substituem as musculaturas e podem causar até dores em casos de patologias. Só o tratamento com disciplina e exercício adequado, orientado por um profissional já resolve. O RPG e o pilates são ótimos para correções desse tipo de problema”, alertou.

Na imagem da esquerda percebe-se o papel da gravidade, empurrando a estrutura do corpo para baixo. Na imagem da direita, ao trabalhar a força de sustentação do corpo, acontece o movimento contrário; resultado de exercícios físicos, alongamentos, fisioterapia e/ou RPG.

 

Já os coletes “3D” para escoliose funcionam

Apesar da constatação anterior, é preciso atentar que nem todos os coletes servem para nos enganar e ‘roubar’ nosso rico dinheirinho.

Segundo Aline de Fátima, atualmente, existem coletes específicos para escoliose que funcionam muito bem. Principalmente os que utilizam tecnologia 3D. Os modelos atuais são eficientes, menores, mais confortáveis e rápidos, devido aos avanços científicos.

Colete para escoliose, aprovado pela fisioterapeuta.

 

Como ter uma postura adequada (sem usar coletes)

Quem deseja ter uma boa postura precisa manter a musculatura fortalecida, por isso, deve praticar exercícios físicos e boas doses de alongamento. Além de práticas conhecidas como o Yoga, por exemplo, fisioterapia e RPG ajudam nessa segunda e fundamental questão.

O melhor método para manter a postura ideal é aquele que ajusta seu corpo para utilizar menos energia ao realizar as atividades, sem dor, e sem alterações das curvas fisiológicas do corpo e da coluna.

“As pesquisas têm enfatizado nisso: as pessoas precisam ter flexibilidade, para que o corpo consiga sempre se reorganizar das alterações diante das tarefas do dia a dia.

Quando pensamos em flexibilidade, vem na nossa mente, os grandes ginastas e bailarinas, porém não é necessário ser flexível nesse nível”, explica a fisioterapeuta.

 

Colete emagrecedor ou cinta modeladora: perigo iminente!

Usar a cinta abdominal para diminuir a barriga também é um tiro no pé, existem soluções muito mais eficientes.

Conforme afirma a fisioterapeuta, quando alguém utiliza uma cinta modeladora, pressionando essa região, toda a musculatura perde a força que mantém os órgãos internos no lugar e sustentam parte da pélvis e da coluna lombar na posição correta.

Cinta modeladora denunciada também pela fisioterapeuta Aline de Fátima.

No abdômen o intestino realiza um movimento chamado de peristalse, que leva todo o bolo fecal até “os finalmentes”. Se existe algum tipo de pressão, então haverá uma alteração nessa movimentação. O estômago é um órgão cheio de líquido, com o pressionamento, existe o risco de gerar refluxo.

Sem mencionar que ainda existem outros órgãos afetados, que antes estavam vivendo sem nenhum transtorno causado pelo dono do corpo.

A cinta modeladora pressiona a região das costelas inferiores, que precisam se movimentar para a respiração, afetando-a. Enquanto isso, os órgãos tentam se ajustar e funcionarem bem em uma cavidade menor que a normal, e a isso não tem Mulher-Maravilha que resista.

Na imagem da esquerda: cavidade normal. Na imagem da direita: cavidade com uso da cinta modeladora.

 

Método abdominal hipopressivo: para perder barriga e definir a cintura

De acordo com a doutora, para não prejudicar a saúde, o recomendável é apostar no método abdominal hipopressivo, que auxilia no fortalecimento da musculatura mais interna, tanto do abdômen quanto da coluna.

Um método bastante simples, que exige acompanhamento profissional inicial.

Método abdominal hipopressivo

Existem inúmeros benefícios para essa prática que ajuda na reorganização das pressões torácicas e abdominal, além de realocar os órgãos em lugares que possam funcionar melhor.

Também auxilia quem sofre com diástase abdominal (comum em grávidas e pessoas que carregam muito peso), refluxo e perda de gordura.

Aline afirma que, apesar de reorganizar as vísceras (dando efeito de emagrecimento), o método abdominal hipopressivo não queima gordura, por isso, ela recomenda uso da massagem modeladora e exercícios físicos para este fim.

Adriano Ferreira
Autor do e-book cômico: "As Aventuras de um Jovem Chamado Adriano Ferreira", colaborador do UOL Nossa e fala de viagens no Insta: @dianoferreira. Também ama se divertir com os comentários hilários nas redes sociais. Só fica faltando a pipoca.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui