Colunas

Clareamento dental com gengibre, limão e bicarbonato faz mal?

21 de abril de 2021
Postado por Sabrina Paes

São milhares de artigos e vídeos ensinando a clarear os dentes em casa. A receita que usa limão, gengibre e bicarbonato acabou ganhando as redes. Consultamos dentistas para explicar o que está por trás desse segredo.

 

Aproximadamente 32.800 resultados aparecem no Google somente ao pesquisar “clareamento dental gengibre bicarbonato limão pasta de dente”.

O clareamento dentário tem sido muito buscado pelas pessoas para conquista de dentes mais brancos condizentes com o “padrão estético” estabelecido. Essa busca tem levado as pessoas a uma busca desenfreada por métodos baratos e eficazes de clareamento.

O uso de uma mistura contendo limão (ou vinagre), bicarbonato e gengibre tem sido apontado em diversos sites, blogs e até por influenciadores como um ótimo clareador natural. Será mesmo? Nossa equipe consultou 2 cirurgiãs-dentistas a respeito dessas receitas e do funcionamento do clareamento dental.

 

Opinião dos especialistas

Quanto ao uso dessas receitas que envolvem substâncias abrasivas e ácidas para clareamento, a cirurgiã-dentista Thaís Spila, de Curitiba/PR, aponta que fazem mal à estrutura dentária.

“Essas receitas que envolvem componentes extremamente abrasivos e/ou ácidos, como bicarbonato de sódio, limão e gengibre não funcionam. Além de prejudicar o esmalte dentário, causando uma abrasão excessiva que não é benéfica, o ácido presente nessas receitas caseiras pode deixar o dente mais suscetível ao manchamento e causar sensibilidade indesejada”, afirma a especialista.

Neste sentido, a cirurgiã-dentista Anny Christine Vieira Longo explica ser imprescindível que qualquer procedimento realizado visando o clareamento dentário deve ser orientado pelo dentista.

Apesar de populares, essas receitas não são seguras. Tendo em vista que o uso de produtos abrasivos produz uma remoção da camada externa do esmalte dentário (superfície do dente que é visível na boca), a falta de controle sobre esta prática pode levar ao aumento da sensibilidade e até mesmo prejuízo à estrutura dentária.

Thaís também aponta que a ciência não comprova sua eficiência:

“As receitas caseiras não têm nenhuma eficácia científica comprovada e ainda podem oferecer riscos à saúde. O ideal é que os pacientes não façam procedimentos de clareamento sem consultar um profissional experiente”.

Em suma, sem a supervisão profissional, não existem tratamentos caseiros seguros para clarear os dentes. Todos os métodos citados nesse artigo, bem como usar carvão ativado, por exemplo, irão prejudicar a saúde dos seus dentes em médio ou longo prazo.

No final, o barato vai acabar saindo caro.

MATÉRIAS RELACIONADAS