Cientistas criaram um Leite idêntico ao da Vaca, com o mesmo gosto e textura!
  • Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Comes & Bebes

chevron_left
chevron_right

Cientistas criaram um Leite idêntico ao da Vaca, com o mesmo gosto e textura!

Com alto índice de proteína e sem hormônios, antibióticos, esteroides ou colesterol.

Rui Davi Publicado: 13/08/2018 12:33 | Atualizado: 13/08/2018 13:16

A indústria de laticínios pode ser repugnante, quem é vegano ou simpático à causa concorda: existem mais males que benefícios.

Problemas de saúde, danos ao meio ambiente, maus tratos aos animais… a lista só aumenta. Isso sem contar que o ser humano é o único mamífero adulto que mama – já pensou nisso?

Mas está chegando ao mercado uma ótima alternativa ao leite de vaca, que promete um leite sem glúten e lactose ou soja, cheio de proteínas nutritivas e, o melhor, sem nenhuma vaquinha no processo. Totalmente vegano!

“Leite livre de animais”

Afinal, do que é feito?

A produção desse leite vegano é bem parecida com o processo de fabricação da cerveja artesanal. A empresa Perfect Day Foods, situada em São Francisco, EUA, desenvolveu um tipo de levedura capaz de formar proteínas lácteas, como a caseína e o soro do leite, ao misturar fermento com açúcar.

Na verdade, esse é um processo muito parecido com o natural das vacas. “É o mesmo modelo, na forma de DNA, que as vacas usam todos os dias”, explica a empresa.

E é claro que existe muita tecnologia por trás de tudo isso, a empresa criou a levedura por meio de biotecnologia e engenharia genética. Além do leite, ainda pode usar a proteína láctea resultante para fazer queijo, iogurte, sorvete, pizza e outros produtos derivados.

A fabricante garante que o produto é delicioso, contém alto índice de proteína e não possui hormônios, antibióticos, esteroides ou colesterol. Por isso, é mais seguro para a alimentação, tem maior vida útil e é ecologicamente correto.

Mais limpo, eficiente e livre de crueldades

Entre os resultados que o leite vegano pode trazer, estão a diminuição da emissão de gás metano e de efeito estufa, além de redução no consumo de água. Sem contar, menos crueldade com os animais, que sim, sofrem ao ser confinados em ambientes fechados sob condições rigorosamente controladas – para entender melhor, vale assistir isso aqui.

Mas afinal, quando esse leite chega ao mercado?

O processo está em desenvolvimento e a empresa ainda está em fase de captação de recursos e investimentos. Ela espera lançar o produto ainda em 2018, então, talvez tenhamos mais notícias nos próximos meses.

Velho | Novo | Leite | Fermento + Açúcar -> Fermentação -> Proteínas do leite

E o sabor é o mesmo… mesmo?

A empresa diz que o sabor e a textura são os mesmo do leite de vaca. Porém, como o produto ainda não está disponível, não encontramos quem provou e atestou. Mas estamos curiosos!

Ela ainda informa que tem a intenção de tornar essa alternativa a mais acessível e popular possível, e que o produto deve ter um preço similar ao do leite orgânico.

Ah, e para quem é contra esse tipo de iniciativa e fica reclamando dos produtos veganos, uma informação: a empresa não tem o intuito de substituir a indústria de laticínios, então você continuará tendo a sua opção.

Fonte(s): LinkedIn - Ryan Pandya, Facebook - Perfect Day, Perfect Day, New Harvest, FoodNavigator-USA
Rui Davi
Comunicador baiano que toca guitarra e ainda espera ser um astro do Rock. Enquanto isso, se contenta em escrever. Fã de boas histórias. Faz roteiros, fotografa, edita videos, canta e sapateia.

Tá na rede!

Quero mais!

Veja mais artigos!

Em caso de chefe
clique aqui