• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Sinta-se Bem

Cheiro de amônia no suor é um pedido de socorro do seu organismo

Atente-se, seu fígado pode estar sobrecarregado.

Depois de um tempinho suando a camisa na esteira, você já notou que o teu suor está com um cheirinho estranho de amônia?

Apesar de muitos acreditarem que isso é apenas uma consequência de um treino pesado, especialistas revelam que esse odor é uma maneira do seu organismo pedir socorro.

Ai meu Deus!

De acordo com Dr. William Roberts, professor de medicina do esporte e da família na Universidade de Minnesota, em entrevista para o site da revista Time, esse cheiro significa que a quantidade de carboidratos no seu organismo não está sendo suficiente para suprir as necessidades do seu corpo.

Segundo o doutor, com essa carência, o organismo começa a tirar a energia necessária das proteínas (prejudicando toda sua massa magra) e a amônia é um subproduto dessa reação.

“Seu corpo normalmente metaboliza carboidratos para criar o combustível que ele requer para o exercício. Mas se você estiver pegando pesado nos exercícios e não tem carboidratos suficientes para atender às necessidades do seu corpo, seu sistema passará para o metabolismo das proteínas” – explica o doutor.

Normalmente, quando nosso organismo está em funcionamento normal, ainda há essa quebra das proteínas, porém a amônia é convertida em ureia e os rins fazem o trabalho sujo de dispensá-la pela urina.

Porém, quando você está zeradinho de carboidratos, essa quebra de proteínas é muito maior, já que toda sua energia está vindo dali e o fígado não consegue dar conta de tanta amônia.

Então, a única maneira dela ser expelida do organismo é pelo suor.

Dando tchau para o suor fedido!

Para o Dr. Lewis Maharam, médico e autor de um guia para corridas saudáveis, se teu suor está com um cheirinho de amônia, isso não é normal. Além da falta de carboidratos e excesso de proteínas, a desidratação pode também ser um dos fatores que causam o cheirinho de amônia no suor.

“Se sua urina é muito escura, você não está bebendo água suficiente, e isso pode ser parte da razão pela qual está cheirando a amônia” – afirma o especialista para o site da revista Time.

Ambos os especialistas são enfáticos, se você apresenta esse sintoma, reavalie sua dieta alimentar. Acrescente em suas refeições quantidades maiores de carboidratos como pães, batatas, frutas e massas.

Se você for do tipo atleta, consuma bebidas esportivas e barrinhas de cereais, pois esses alimentos oferecem carboidratos ao organismo para lhe dar mais energia para praticar as atividades físicas.

Mas fique de olho, os especialistas alertam para que se o aumento de carboidratos não fizer o cheiro desaparecer, o melhor a fazer é procurar um médico pois doenças renais e hepáticas apresentam o mesmo sintoma.

“O equilíbrio é a chave para a saúde, especialmente quando se trata do que você está comendo. Dietas extremas com apenas proteínas, gorduras ou carboidratos, não são boas para você”, aconselha Maharam.

Fonte(s): Time
Redação - Almanaque SOS
Sempre tem jeito. Acompanhe o SOS também pelo Facebook, Instagram e Twitter

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui