• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Sem Crise!

Canal desmascara cursos do Nando Moura que custam quase 1.000 reais

O vídeo foi derrubado, mas nós contamos o que você precisa saber.

“Eu vou te ensinar um modelo de negócio poderoso que vai te deixar rico e fazer você ganhar muito dinheiro: Monte um curso sobre ‘como ganhar dinheiro’ – venda os cursos online a um valor aparentemente ‘justo’, construa um propaganda bem feita disso e fature 8 milhões de reais com puro marketing digital.

Ah, só um detalhe: para isso acontecer, antes reúna milhões de fiéis ouvintes, forjados como soldados culturais à base de distorções, promessas, sonhos e uma rebeldia confortável: desse jeito, eles terão a plena certeza que preso às suas correntes, eles estarão libertos.”

E assim começa o vídeo que deu o que falar no Youtube e Twitter ontem (13/12). Publicado pelo canal de vídeo ensaios (essays), Normose – relativamente conhecido por falar sobre o incêndio no Museu Nacional – , tal conteúdo faz uma análise crítica sobre os cursos de empreendedorismo do polêmico youtuber Nando Moura.

O vídeo em si já valeria como alerta sobre como o endeusamento de certas figuras pode levar seus seguidores a agir de maneira cega, prejudicando inclusive suas finanças. Coisa que, ironicamente, os cursos prometem ajudar.

Mas o fato do conteúdo ter sido instantaneamente bloqueado pelo Youtube, foi o que chamou a atenção dos internautas. Inclusive de celebridades digitais, como o Felipe Neto.
[espacamento-de-seguranca]

Mesmo assim o canal subiu o vídeo novamente, e dessa vez com tarjas em forma de protesto. Veja:


[espacamento-de-seguranca]
Para quem também não sabe muito bem o que tá rolando, a gente explica. Antes de tudo…

Quem é Nando Moura?

A melhor definição foi publicada pela Vice, “ele não gosta da pecha de ‘youtuber’, se define como professor de violão, headbanger, conservador liberal e, entre outros vídeos, postou “A PUTA VERMELHA CAIU #TCHAUQUERIDA”.”

Mas para entender as entrelinhas, sobre quem realmente é Nando Moura, vale a observação feita logo no início do artigo, “poucas horas depois da entrevista, já tinha subido um vídeo com todo nosso papo no seu canal de YouTube — o que no jornalismo configuraria dar um furo, e ele, no caso, conseguiu furar a própria entrevista.

Em seu canal com mais de 3 milhões de seguidores, Nando Moura usa um misto de lógica e agressão adolescente para defender uma agenda conservadora. Segundo levantamento da Vice, “o youtuber lê todos os dias, estima 40 ou 50 livros ao ano. E dorme só quatro horas”. Uma verdadeira máquina – de refutar e difamar.

Todo esse incrível esforço intelectual ele utiliza para refutar qualquer discurso progressista que ouse ganhar popularidade. “Como diz ter sido atentado na adolescência, ele aproveita o know-how da época para infernizar a vida dos adversários: os imita com vozinha irritante, ridiculariza seus pontos de vista, faz ataques pessoais, enfim, age não muito diferente de um valentão da escola.”

Inclusive, nas últimas semanas, tem enfrentado uma verdadeira batalha com outros youtubers famosos, como PC Siqueira e o próprio Felipe Neto.

Independente de toda a polêmica que envolve o youtuber, ele tem uma verdadeira legião de seguidores, extremamente fieis. Como uma seita. E é por isso que os cursos de empreendedorismo dele fazem tanto sucesso e merecem a sua atenção.

Mas afinal, os cursos do Nando Moura valem a pena?

O responsável pelo Normose fez algumas aulas a fim de descobrir se os cursos realmente seriam transformadores, como prometia Nando, ou se o alto investimento seria um mau negócio – no momento em que publicou o vídeo, o curso “Masterclass” valia 500 reais e o “Mestres do Capitalismo” valia 997 reais.

Logo no início, explica que o segundo curso não é ruim. Mas relata que “tá LOOOONGE de ser um curso de MESTRE do capitalismo“.

“Nando moura é só o garoto propaganda, que utiliza suas fórmulas de marketing e cara de pau para vender um curso básico como se fosse a coisa mais magnífica do mundo – como Nando não tem formação, jogou o curso no colo do Clube de Valor.”, detalha.

E para comprovar que o curso é o “básico do básico do básico do básico”, relata alguns dos assuntos abordados no curso:

  1. O caminho do mestre do capitalismo: Aprendendo as fórmulas de quadrante de dinheiro – aqui, aprendemos uma simplificação reducionista que te explica sem contexto histórico porque você é “empregado” e não “patrão” ou “investidor” e qual a receita para chegar onde quer. E a receita inclui a nada novidade investimento em renda fixa e renda variável.
  2. Organização: O primeiro passo para o sucesso financeiro – aqui há o básico sobre como mapear e eliminar dívidas, onde aprendemos fórmulas de organização financeira.
  3. A base para ganhar mais dinheiro – onde você aprender o básico de SELIC, CDI, CDB, Tesouro Direto, Tipos de investimento, etc.

E foi assim, de aula básica em aula básica, por 3 meses. O mais impressionante foi a comparação feita pelo canal:

“Com os 997 reais é possível fazer 18 cursos diferenciados de educação financeira na Udemy Online. E com metade desses cursos, todos os tópicos abordados no curso do Nando, ficam previstos. Ou também comprar 80 livros sobre educação financeira. Ou com um pouquinho mais de dinheiro, é possível fazer um curso presencial com verdadeiros mestres na FGV ou na ESPM ou ainda no Sebrae e SENAC.”

Ainda liberou uma lista marota com cursos gratuitos nos comentários do vídeo.

Normose conclui que o único “Mestre” do capitalismo aqui é, de fato, o Nando Moura. Segundo o youtuber, teve 100 interessados e 8 mil cursos vendidos – faturando 8 milhões -, vendendo um curso que exige e pressiona o seu publico a arriscar 1.000 reais para ganhar 2.000 reais por mês. Afinal, o negócio deles é jogar com análise de risco. O seu não. Pra eles não há prejuízo. Pra você, há.

Mas parece que o bicho pega mesmo no curso “Masterclass”.

“O curso ‘Masterclass’ do Nando é um curso DIGNO de formação de seitas: é a etapa final da lavagem cultural: é o próprio ‘Olavismo Cultural’ em forma de Curso.”, diz o canal.

O curso seria uma formação em “Como virar Nando Moura”. E para perceber isso basta analisar os tópicos abordados:

  • Repertório Musical,
  • Estrutura Financeira,
  • Vencer na Crise,
  • Aulas de Música,
  • Guerra Cultural
  • e Ascenção do Conservadorismo.

“Nota que o curso é literalmente sobre qualquer coisa? Todo curso que fala sobre tudo, provavelmente entrega conteúdo sobre nada.”, o canal Normose sintetiza o que vem por aí.

“As intenções são meramente fazer dinheiro e repaginar a moral e a formação política dos alunos – aquilo que ele tanto acusa o MEC de fazer [doutrinar], tá sendo feito por ele, faturando milhões.

No ‘Masterclass’ por exemplo, há uma lista de livros utilizados e adivinhe? As pessoas podem comprar os NA PRÓPRIA BIBLIOTECA DO NANDO MOURA pela bagatela de 4 mil reais, se somar todos os livros do curso.”

Sendo que todos os livros tem pouquíssimo aporte teórico, segundo o autor dos vídeos do Normose, que é professor de história.

“Não há nenhum contraponto no curso, não há historiografia, não há linha teórica, não há debate de fontes. Os livros são todos livros revisionistas – além de vários livros de Olavo de Carvalho, o pai da seita, tem ainda todos os manuais bizarros ‘politicamente incorreto’, (…) um tal de ‘Psicose Ambientalista’, onde em resumo há questionamentos sobre o aquecimento global antropogênico. Há ainda livros questionando a existência da inquisição católica, a ditadura militar, o armamento civil com financiamento da indústria da arma.”

Normose continua detalhando várias questões importantes, reflete como esse tipo de investimento é surreal em um país com salário mínimo de 954 reais.

De forma alguma rejeita a importância de aprender empreendedorismo, mas alerta que “em um mundo onde tudo é aparência, propaganda e parece fácil, é necessário conteúdo. Certificação oficial. Cursos reconhecidos que passam por provas, banca, e geralmente não é qualquer um que passa. Certificações são processos qualitativos que ajudam muito: valorize esse tipo de reconhecimento.”

Não existe mágica:

“3 meses de curso não serão o suficiente pra virar um “mestre” do capitalismo. (…) Em 3 meses, você vira no máximo um aprendiz de investimento. Nem capitalista você é – você no máximo simpatiza com que te explora.

No final, os cursos do Nando aprofundam um grande problema: ausentar qualquer ação externa, histórica e cultural da jogada – plantando a ideia de que
da internalização absoluta da culpa.

É quase uma religião: e nessa nova religião, o fracasso pessoal é unicamente o fracasso financeiro.”

Se quiser compartilhar o vídeo para os seus amigos, você poder baixá-lo sem as tarjas, basta clicar aqui ou aqui.

E enquanto o Youtube não bloqueia novamente, você pode dar o play abaixo no vídeo republicado pelo canal Thundarr Barbarian:

 

Dario C L Barbosa
Fundador e editor do Almanaque SOS. Paulistano, formado em Comunicação Social, trocou os anos em redes de rádio e televisão (SBT, Record, Band, etc.) pela internet em 2012. Vegano e meditante, busca evoluir junto com todos os seres enquanto caminham. ( Twitter - Instagram ).

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui