• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Sinta-se Bem

Escovamos os dentes da forma errada, alertam cientistas

Tudo que sabíamos sobre higiene bucal foi por água abaixo depois desse aviso.

Vamos combinar que mau hálito e uma folhinha de alface presa no dente tira o tesão de qualquer um, né?

No entanto, quem escova os dentes em excesso também está fazendo isso errado.

escovardente_sososlteiros

O site Cracked desvendou todo o mito da escovação, ou seja, tudo o que você ouviu por anos, pode não ser tão verdade assim. Por exemplo, você sabia que a obsessão por escovar os dentes leva à deterioração da higiene bucal, aumenta o número de cáries e pode até causar a perda dos dentes?

Cientistas britânicos estão recomendando que as pessoas, especialmente crianças entre 5 e 10 anos, não escovem os dentes logo após as refeições, segundo artigo publicado no Dailymail. O motivo é que a acidez da comida e da bebida causa o amolecimento do esmalte do dente, e escová-los em seguida causaria danos à camada de proteção.

Fala aí, como faz?

Os especialistas recomendam, em um artigo publicado pela CBS News, que a escova seja macia, e que o foco da escovação seja a gengiva, ou seja, é mais uma massagem do que uma esfregação.

Além disso, um estudo publicado no ABS-CBN News afirma que passar o fio dental é muito mais importante do que escovar os dentes, pois remove as bactérias que acumulam entre eles, sem esfregar nem retirar a camada protetora.

Em relação a frequência, o ideal é escovar os dentes apenas duas vezes ao dia, de preferência fora do horário das refeições, para que os dentes se recuperem da acidez dos alimentos. Ah, e outra coisa, não precisa colocar um monte de pasta de dente na escova, a quantidade recomendada é do tamanho de um grão de ervilha.

escovac3a7c3a3oo1-1

picsant

Não sei vocês, mas eu fiquei bem chateada com o Ratinho do Castelo Rá-Tim-Bum, que me ensinou o jeito errado a vida toda.

Via: Craked

Robbie Jacks
Sarcástica, dramática, intensa, carioca, professora, jornalista, escritora, Mestra em Literatura Norte-Americana. Ainda não descobriu por que estuda tanto. Só sabe que quer viver de palavras. E de atitudes. E de amor, muito amor. :D

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui