• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato

Sinta-se Bem

Blogueira revela a verdade sobre os ‘alimentos fitness’ que a indústria tenta esconder

Lucy Moutain faz comparativos impactantes em seu perfil do Instagram.

Dario C L Barbosa Publicado: 22/08/2017 15:18 | Atualizado: 22/08/2017 16:06

No inicio de 2017, fizemos um comparativo entre os cereais matinais convencionais vs. os que se diziam fitness e o resultado foi bastante curioso – por exemplo, quase todas as marcas testadas reprovaram no quesito “sódio”.

Agora a blogueira fitness Lucy Mountain, de Londres, vem usando sua conta no Instagram para fazer algo semelhante, comparando as calorias entre vários tipos de alimentos e, claro, vem chocando a galera na internet.

– Comparação mostra um punhado de jujubas e de amêndoas que correspondem quantidade iguais de calorias, porém com valores nutricionais bastante distintos. Qual você escolheria?

A ideia do projeto da blogueira é revelar para seus milhares de seguidores do Instagram a verdade sobre a alimentação; nem sempre o alimento “mais saudável” tem menos calorias ou te ajuda a emagrecer.

Um exemplo ótimo para essa situação são os alimentos sem glúten, que viraram os queridinhos da galera que sua a camisa atrás de um corpo perfeito, mesmo sem ter alergia a substância.

Em uma das publicação de Lucy, ela mostrou que uma barra de chocolate convencional pode apresentar menos calorias que uma que se diz livre de glúten e ainda enumera os motivos que lhe fariam comprar esse tipo de produto.

100g Milk Chocolate vs. 100g Gluten-Free, Wheat-Free, Milk-Free Chocolate ?⠀ ⠀ Reasons to buy the Free From Chocolate:⠀ 1. You are lactose intolerant.⠀ 2. You are very gluten/wheat intolerant.⠀ 3. You prefer the taste of it. 4. It suits your moral stance.⠀ ⠀ Reasons to not buy the Free From chocolate:⠀ 1. If your goal is weight-loss and you think this will help.⠀ 2. It tastes truly awful. (IMO of course hunz.)⠀ ⠀ ⠀ Buying ‘Free From’ food is like the Von Dutch cap of 2017. It’s incredibly ‘trendy’ and it just shouldn’t be.⠀ ⠀ There’s an association that Free From = Healthy = Weight-loss. And it’s just simply not the case. Just because something doesn’t contain gluten or milk doesn’t means it’s any less calories or more conducive to your fitness goal.⠀ ⠀ ‘Free from’ should not be treated as an indication of ‘healthier’ unless you have a genuine intolerance ??⠀ ⠀ ⠀ #theFFF

Uma publicação compartilhada por LUCY MOUNTAIN (@thefashionfitnessfoodie) em

– 100g de chocolate com leite vs. 100g sem glúten, sem trigo, sem chocolate e sem leite Razões para comprar o chocolate sem as substâncias: 1 – Você é intolerante à lactose. 2 – Você é muito intolerante ao glúten / trigo. 3 –  Você prefere o gosto dele. 4 – Se adequa à sua posição moral. Razões para não comprar o chocolate sem as tais substâncias: 1 – Se o teu objetivo é perda de peso e você acha que isso ajudará. 2 – O gosto é horrível. Ele é como os bonés Von Dutch em 2017, estão na moda, mas não deveriam. Existe uma associação que sem glúten é igual a saúde que é igual a perda de peso. Simplesmente não é o caso. Só porque algo não contém glúten ou leite não significa que é menos calórico ou mais propício ao seu objetivo fitness.  Os conhecidos como “Livres de” não devem ser tratados como uma indicação de ‘mais saudáveis’ a menos que você tenha uma intolerância genuína.

A blogueira também levanta outros pontos curiosos e mostra como pequenos detalhes podem fazer uma bela diferença.

A água saborizada, por exemplo, a musa fitness revela que nunca imaginou que apenas pelo leve sabor de morango adicionado à bebida, a garrafinha sairia de 0 para consideráveis 150 calorias.

– Água vs. Água.  As águas saborizadas foram ‘a minha bebida’ por meses, quando eu estava me concentrando em tentar ficar um pouco mais magra. Eu simplesmente não esperava que minha água tivesse calorias, me senti tão traída (risos). 150 calorias é pouco se olharmos como um todo, mas isso é algo importante de se saber: 1 – Você tem que ser consciente de suas calorias para perda de peso ou ganho de peso. 2 – Você acha que a água saborizada é boa? Não. É como um suco extremamente fraco – o tipo que sua mãe te dava quando você era pequeno. 

Outro exemplo de como os detalhes podem mudar as calorias de uma refeição é o método de preparo.

Em seu perfil, a blogueira também costuma publicar imagens dos mesmos pratos com diferenças bizarras de calorias. Tudo pelo simples fato de como esses alimentos são preparados, por exemplo trocando o óleo ou o tipo de carne.

O trabalho feito por Lucy Mountain vem como um grande alerta sobre as milhares de opções que a indústria atualmente nos oferece e como essas empresas se esforçam ao nos confundir, aumentando o consumo equivocado de diversos produtos ditos como “fitness”.

Lucy aconselha que uma escolha isolada não colocará sua dieta por água abaixo. Relaxe um pouco, uma tranqueirinha de vez em quando não vai te fazer mal. Para ver outras publicações da blogueira, clique aqui.

Fonte(s): Hypeness
Dario C L Barbosa
Fundador e editor do Almanaque SOS. Paulistano, formado em Comunicação Social, trocou os anos em redes de rádio e televisão pela internet em 2012. Vegetariano, meditante e ecossocialista na luta por consciência e equidade. ( Twitter - Instagram ).

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui