• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Crossfit Mental

chevron_left
chevron_right

As Melhores músicas de 2014 – até agora (Music Chips)

Seleção dos 40 singles mais bem pensados do ano.

2014 tá no final do segundo tempo, os shoppings já estão com suas decorações de natal prontas e a gente inclusive já preparou nossa lista para o Papai Noel. Falando nela, na reta final do ano começam a borbulhar as tais listas dos “melhores do ano”, sempre controversas, com injustiças e muita gente inconformada – como fulano ficou de fora?

Como somos inquietos, reunimos aqui as melhores e mais bem pensadas músicas lançadas em 2014, levando em consideração a qualidade de suas composições e a força delas em suas respectivas cenas.

– a lista para ouvir está no final desse artigo

musichips_gif_sos_solteiros

Temos unanimidades como “Chandelier”, da Sia, que é o grande hit deste ano, e a dobradinha da Kiesza, a revelação de 2014, que está em “Take Ü There”, do duo Jack Ü – formado por Skrillex e b, apenas –,  e em “Hideway”. “Anaconda”, explosão de sucesso da polêmica Nicky Minaj, que entrou na lista por promover um revival do miami bass, ritmo fundamental para a criação do funk carioca.

Vimos o twerk e o trap tomarem de assalto o pop, e é claro que o hip hop continua firme e forte nesta década. Jeremih e Shlomo fizeram a boa parceria em “No More”, Madlib e Freddie Gibbs em “High”, e também vimos novos rappers como o RIFF RAFF, que é branquelo, estranho e – para ser sincero – bastante tosco, mas que teve em “How To Be A Man” a qualidade que faltou em seu penteado.

riff_raff_music_chips_sos_solteirosmaddecent

O aclamado SBTRKT só não entrou com seu disco inteiro na lista para dar espaço para os outros artistas, mas “New Dorp. New York” representa o trabalho do produtor que convocou Erza Koening para os vocais, aliás, o cara sabe convocar vocais femininos, não?

O lado mais suave da lista conta com St. Vincent, Todd Terje, Future Islands, Caribou e Jessie Were, que recebeu o remix de Cyryl Hahn em “Tough Love”, faixa que ganhou ares synthpop e que beira o house.

Falando em house, Vic Mensa deixou bons nomes do estilo para trás com “Down On My Luck”, seguindo a trilha já deixada pelo Disclosure no ano passado.

O rock também esteve forte neste ano, com singles como as meninas punks do CHILDBIRTH, com a forte “I Only Fucked You As a Joke” e com o indie de Real State (que não é o Sunny Day) e Marc Demarco, mas o grande destaque é o álbum do Against Me!, banda da transexual Laura  Jane Grace, que mostrou pro mundo que não são calças ou saias que a impedem de fazer músicas boas. Aqui está representado com “FUCKMYLIFE666”.

againstme_music_chips_sos_solteirosspin

O Brasil foi reresentado com “Café Preto”, do Holger, que está no próximo disco da banda, “Okinawa” do capixaba Silva – um dos melhores álbuns do ano –, e com “Matuto”, um samba rock delicioso feito por Russo Passapusso.

Com vocês,

As melhores de 2014, aproveite.

⇢ Ouça nossas outras playlists no canal do SOS no Soundcloud

*Muitas músicas não estão liberadas pelo Soundcloud, por isso muitas versões entraram no lugar (Outros sites de música tem muita propaganda entre as músicas)

**A política de direitos autorais do Soundcloud não permite a divulgação de músicas de outros artistas por perfís de terceiros, por isso, algumas tracks podem sumir.

 

Rodrigo Guarizo
Jornalista em formação, já passou pelo Portal ObaOba e já brincou de social media, além de produzir festas por São Paulo e rodar o país tocando em baladas. Dono do incrível poder da memória inútil, conta histórias ricas em detalhes que ninguém se importa. Mas são legais.

Tá na rede!

Quero mais!

Veja mais artigos!

Em caso de chefe
clique aqui