• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Crossfit Mental

chevron_left
chevron_right

Artista brasileiro cria ilustrações poderosas ao refletir a sociedade que vivemos

Com abordagens políticas, uma reflexão à sociedade de consumo no Brasil.

Acredito na arte como fator revolucionário“: é assim que o designer gráfico Gabriel Tropz justifica seu trabalho conceitual, carregado de ácidas críticas sociais e políticas.

O artista de Mococa, interior de São Paulo, onde também atua como agitador cultural, cria composições com ilustrações, colagens e manipulação digital. Em entrevista ao SOS, Tropz contou um pouco sobre seu processo criativo:

Procuro fugir da arte elitizada imposta pela academia de maneira a trazer uma melhor compreensão e, a partir dela, questionamento, riso ou revolta.  Geralmente busco uma crítica à sociedade de consumo, questões políticas ou só um trocadilho visual mesmo”, destacou o jovem artista de 28 anos.

Gabriel destacou que busca sempre uma crítica à sociedade de consumo, com abordagens políticas, mas também cria composições mais interpretativas, utilizando trocadilhos visuais.

Com seu trabalho, o artista menciona que pretende se valer de um teor “auto-irônico” para provocar reflexões nos espectadores, sempre com uma linha criativa que ele chama de “visual didática e democrática“.

Mesmo realizando vigorosas críticas ao atual governo brasileiro, Tropz destaca que sua obra não costuma sofrer frequentes ataques, porque o público que se interessa por ela é, no geral, alinhado com seu posicionamento político:

Às vezes rola uma invasão da militância pró governo nas redes sociais em determinadas postagens, mas eu não dou muita bola”, comentou.

O artista menciona ainda o quanto confia no potencial de comunicação da arte – e no seu poder transformador; porque é pela arte e pela educação que passam as soluções para todas as críticas a padrões de comportamento que aponta com sua obra.

Acredito na arte como forma de resistência. Ela alimenta a criatividade e senso crítico nas pessoas. Para mim é a ferramenta mais importante da educação, e educação é a melhor forma de revolução de um povo e algo pelo que milito”, destacou.

As composições de Gabriel Tropz estão à venda no Urban Arts ou por contato diretamente com ele no Instagram @tropzgabriel. Separamos alguns trabalhos do artista – que servem como um convite à reflexão:

 

1. Brasil. Eleições Presidenciais.

 

2. Outubro de 2018

 

3. “Imposição”

 

4. “A história sempre cobra”

 

5. Consumismo e a banalização da diversão

 

6. “Tamo perdido”

 

7. “Complexado, porém… sei lá”

 

8. “Papo Furado”

 

 9. “Somos todos Truman”

 

10. Liberação de agrotóxicos no Governo Bolsonaro

 

11. “Fim dos likes”

 

12. “Filosofia de rua”

 

13. “Enquanto isso no Brasil”

 

14. “Vá de bike”

 

15. “Imperialismo”

Daiane Oliveira
Jornalista, feminista e mãe. Discute religião, política, sexo e hábitos sustentáveis. Não discute futebol porque não entende. Quem sabe um dia.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui