• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Atitude Coletiva

chevron_left
chevron_right

Aquela outra forma de amar

Enxergar todas as pessoas como pessoas pode mudar o mundo.

Não iremos discorrer aqui sobre amor livre, monogâmico ou mencionar a emancipação de gêneros e tampouco falaremos sobre sexualidade – agora não – mas abordaremos o amor que se preocupa em cuidar do nosso próximo, mesmo sem conhecê-lo.

elderly-person-help-by-stranger

acornstairlifts

No ano passado surgiu uma ação na África do Sul, da M&C SAATCHI ABEL, chamada The Street Store (A Loja da Rua), onde montou-se vitrines, improvisadas em espaço público, na qual foram expostos calçados e roupas, provenientes de doações, para que pessoas de baixíssimo poder econômico e moradores de rua pudessem escolher aquilo que desejassem, sem ter que pagar por isso.

O modelo desse evento foi muito bem recebido e replicado em vários países, inclusive aqui no Brasil – mais info.

o-STREET-STORE-facebook

chickenorpasta

Ao entrar em contato com esse ato de caráter humanitário, dois amigos decidiram fazer algo similar em São Paulo, mas que começasse do zero. E assim, surgiu o VistaMe São Mateus, um bazar gratuito, com todas as peças oriundas de doações, voltado para pessoas que habitam as ruas. Nesta edição, foi escolhido o subdistrito de São Mateus (Zona Leste de São Paulo).

A ideia de fazer um bazar gratuito cresceu de tal forma que o número de organizadores saltou de 2 para 9 e no prazo de 30 dias foram recolhidos mais de mil itens, o projeto recebeu apoio e parceria de três empresas e dois sites, estes últimos potencializaram a divulgação online.

vistame_sossolteiros_02

vistame_sossolteiros_03

vistame_sossolteiros_04

– Esse evento já aconteceu e, segundo os organizadores, foi um sucesso, pois o que mais sobrou foram cabides.

Além da preocupação com o bem estar desses indivíduos, a ação se interessa em devolver-lhes, mesmo que por um breve período de tempo, a oportunidade de exercer o direito de escolha.

Ao invés de simplesmente torcer o nariz, que tal torcer e apoiar projetos inclusivos que enxergam as pessoas como pessoas, isso pode mudar o mundo.

 

Raphael Domingos
Acredita que o processo de autoconhecimento é o melhor trampolim para encontrar propósito de vida, o que gera significado para toda uma existência, incluindo o aperfeiçoamento de performance profissional. Também crê no poder do colaborativismo e no sistema de conhecimento compartilhado.

Tá na rede!

Quero mais!

Veja mais artigos!

Em caso de chefe
clique aqui