• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Sem Crise!

Apenas 90 Dias: Reorganize sua vida financeira de uma vez por todas

Se de pensar na sua conta você já começa a suar frio, talvez seja a hora de ler essa matéria.

Como anda sua vida financeira?

Só de pensar nisso você já começa a suar frio? Nem se lembra mais qual o valor total da sua dívida? Cansou de rezar o terço toda vez que decide passar o cartão de débito?

Bem, talvez seja a hora de ler essa matéria.

pobre_sososlteiros

– Se você é pobre, pare de ser pobre.

Você conseguiria organizar sua vida financeira em 90 dias? Três meses é pouco tempo, mas, segundo a Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Empregados e Servidores da Sabesp (CECRES), isso é possível.

Para provar que a tarefa pode ser mais fácil do que se imagina, a CECRES criou uma cartilha virtual gratuita chamada Gestão de Finanças Pessoais. O método funciona e foi certificado pelo Instituto de Finanças (I-Fin) da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Segundo Samy Dana, responsável por avaliar e certificar a cartilha, seu objetivo é ajudar todas as pessoas com dificuldades em organizar sua vida financeira.

“Nos casos mais simples, 90 dias são suficientes para que a pessoa faça um diagnóstico de sua vida financeira e estabeleça seu plano de ação. Nos casos mais graves, ela vai funcionar como a dieta e o exercício físico funcionam para o obeso: ele não vai emagrecer tudo em 90 dias, mas começará a ter os resultados.” – disse o especialista para o UOL Economia.

Agora é a hora de colocar as dicas em prática para se ver livre do vermelho!

***

Primeiro mês: Anote todos os gastos

Como em tudo na vida, o passo mais importante é o autoconhecimento. Você só vai conseguir deixar suas finanças em ordem a partir do momento que souber exatamente qual seu comportamento com compras, pagamentos, investimentos, etc.

Imagine que você está fazendo uma dieta: não adianta nada cortar todos os doces se você é apaixonado por chocolate, certo? Uma hora ou outra, você vai acabar se descontrolando. Se conhecer (e ser sincero com você mesmo) vai tornar o resultado duradouro.

E para se conhecer você vai precisar se estudar. Ponha tudo no papel: quanto você gasta e ganha por mês? Até os cafezinhos devem ser somados. Também no site da CECRES você pode baixar uma planilha que vai te ajudar com essa missão.

hiddles_counting_gif_by_icefloe_artsoul-d5j6pdo

 

Segundo mês: Defina as prioridades

Após conhecer profundamente a si mesmo e suas finanças, é hora de definir prioridades. O que é essencial e deve ser pago sem falta, e o que é supérfluo? Você consegue reduzir esses gastos?

A cartilha traz um bom exemplo, o do cafezinho. Muita gente tem o hábito de tomar um café na padaria para começar o dia. Digamos que o custo disso seja de R$4,00. Ao término de um ano, você gastou R$1.460,00 apenas com pequenas xícaras de café.

O autor da cartilha, Fábio Barbalho, explica: “O supérfluo não é mau, ele também é necessário para se ter prazer na vida. Mas é aí que o indivíduo terá de avaliar para cortar os gastos e passar a poupar ao menos 10% da renda”.

Ou seja, não precisa cortar totalmente o cafezinho, mas você consegue reduzir isso pela metade? Ok, nem eu. Então diminua pelo menos 10%.

Existem alguns truques para evitar gastar dinheiro com coisas desnecessárias. Por exemplo, compre sempre no débito, porque pagar na hora evita compras por impulso. Ou se dê um dia para refletir sobre aquela compra. Normalmente, longe do apelo da propaganda, conseguimos pensar melhor.

E, claro, não permita que a busca por status te jogue no vermelho. Mais importante que parecer bem sucedido para os outros é deitar a cabeça no travesseiro sem se preocupar com as dívidas.

Por mais que a mudança seja difícil no começo, isso também faz parte da educação financeira: acostume-se a pensar a longo prazo ou estará sempre jogando dinheiro no lixo.

 

Terceiro mês: Estabeleça metas (e aproveite!)

Já que falamos que organizar as finanças é igual dieta, aqui vai mais uma comparação: não é mais fácil emagrecer quando você estabelece um objetivo?

Se você quer emagrecer quatro quilos, todo dia você vai se pesar e ver que chegou mais perto de conseguir o que queria. Porém, se você começa uma dieta pensando apenas “quero emagrecer”, vai parecer que nunca chega ao resultado desejado.

Então estabeleça metas! A curto, médio e longo prazo. Isso vai te manter nos trilhos. Ao invés de guardar dinheiro para nada, guarde dinheiro para realizar seus sonhos.

“Ter apenas metas de curto prazo não permite a realização de nada grande. E ter somente metas de muito longo prazo faz com que as conquistas fiquem tão longe que, no meio do caminho, a pessoa acaba desistindo. Poupar não é tornar-se mesquinho, mas realizar sonhos”, ensina Fábio Barbalho.

Ah, e se dê ao direito de curtir pequenos luxos. Assim como na dieta, um docinho de vez em quando é um ótimo aliado. Algumas permissões são muito bem vindas sempre que conseguir cumprir seus objetivos.

– Economias para o restaurante.

Fontes: Uol | Cecres

Bia Lancha
Jornalista, nerd, chocólatra, mãe de uma gata banguela e gamer viciadíssima. Se é pra falar sobre coisas engraçadas, teorias absurdas ou nerdices, tamo junto!

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui