• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato

Sinta-se Bem

As diferentes formas de alinhar os dentes, além do aparelho metálico convencional

E o alinhamento caseiro, existe? É recomendado?

Dario C L Barbosa Publicado: 19/02/2020 12:40 | Atualizado: 19/02/2020 12:54

Apesar de nem sempre ser um problema de saúde, possuir dentes fora da posição ou desalinhados, é motivo para de vergonha para muitas pessoas na hora de conversar e sorrir.

Para isso existem vários procedimentos odontológicos que proporcionam um sorriso satisfatório, fazendo bem para a autoestima, saúde bucal e, consequentemente, qualidade de vida.

Entretanto, há uma controversa, pois o método mais utilizado é o famoso aparelho ortodôntico metálico, julgado como “feio” por pessoas que se recusam a utilizá-lo.

Com a recusa do aparelho ortodôntico metálico crescendo, o mercado odontológico passou a investir em outros métodos que ajudem a proporcionar o alinhamento dos dentes para que ninguém fique de fora.

Conheça abaixo diferentes tipos de tratamento para alinhar os dentes, mas atenção para ver se você possui um plano odontológico com ortodontia que cubra algum deles:

 

1. Lente de contato ou facetas

São dois tratamentos diferentes, mas que muita gente ainda acha que é a mesma coisa.

As lentes de contato tem esse nome pois são extremamente finas, podendo ser considerada apenas uma camada de esmalte de porcelana ou resina colada nos dentes. Enquanto isso a faceta, que também pode ser de porcelana ou resina, é um pouco mais grossa, mas tem a mesma função.

Esse método de alinhamento, não somente consegue proporcionar uma percepção de alinhamento, mas também pode oferecer uma percepção de restauração completa, recuperando o esmalte dentário, livrando as manchas aparentes e compondo possíveis falhas ou desgaste dentário.

 

Aparelho lingual

O aparelho lingual funciona igual ao ortodôntico metálico, mas com a diferença de que ele é todo instalando na parte interna dos dentes.

Por isso ele acaba não aparecendo e trazendo todos os benefícios de um tratamento comum, mas sem que ninguém saiba ou veja, apenas se você revelar. Nos dois casos é realizado um “desgaste” nos dentes para que o encaixe da lente ou da faceta fique perfeito, sem evidenciar o procedimento.

Entretanto, esse procedimento não corrige a posição dos ossos, ou seja, a má-oclusão, o que significa que você ainda terá uma mordida cruzada e todos os outros problemas que podem surgir.

 

3. Aparelho invisível

O aparelho invisível é basicamente uma placa de tecnologia 3D sob medida para cada necessidade ortodôntica do paciente.

Ele pode ser retirado a qualquer momento, principalmente nas refeições, o que ajuda muito na higiene bucal. Por ser invisível, é um dos mais escolhidos por quem não gosta do aparelho metálico. Diversas empresas investiram nesse modelo revolucionário de aparelho ortodôntico, que demonstra extrema eficácia no tratamento dental.

 

 

4. Contorno estético dental

Realizado em pessoas mais velhas, com esse tratamento é possível devolver a harmonia ao sorriso fazendo um belo alinhamento.

É normal que com o passar do tempo os nossos dentes sofram com um desgaste natural, perdendo a curvatura e deixando o sorriso desproporcional pela altura ou largura dos dentes.

 

5. Aparelho estético

Feito de safira, cerâmica ou policarbonato, deixa o aparelho bem mais discreto.

Ainda bastante usado por quem precisa de uma opção mais em conta, temos o aparelho estético transparente. Ele não deve ser confundido com o invisível, pois dá para perceber que a pessoa possui um aparelho ortodôntico nos dentes.

 

Alinhamento caseiro: existe? É recomendado?

Nenhum tipo de procedimento odontológico é indicado para realizar sem o acompanhamento de um profissional. Entretanto, ocorreu um caso específico de onde um aparelho ortodôntico foi desenvolvido em casa por um estudante.

O caso chama atenção pois o estudante conseguiu desenvolver um aparelho caseiro funcional e com um custo bem inferior. Embora, nesse caso, tenha sido funcional e sem riscos, não é recomendado.

Para qualquer tipo de alinhamento dentário, é importante buscar ajuda profissional. Métodos odontológicos caseiros podem ser prejudiciais a saúde, embora chamem a atenção, principalmente pela autonomia e baixo custo, costumam apresentar maiores riscos à saúde, o que não vale a pena!

 

Como alinhar os dentes com segurança e baixo custo?

Já que soluções caseiras não são seguras, o ideal é procurar por um profissional, que poderá recomendar o método mais seguro e eficiente.

Nem todos os procedimentos cabem no bolso, mas é possível encontrar alguns tratamentos como a resina, por exemplo, que é encontrada na maioria dos consultórios e possui um preço mais acessível. Lembrando que o preço varia muito do lugar e profissional que realizará o procedimento.

Assim como qualquer outro serviço, é necessário pesquisar bem antes de aderir um tratamento odontológico. Existem muitas clínicas que oferecem facilidades de pagamento, atendimento através de planos odontológicos, promoções e um custo mais acessível.

Sendo assim, vale a pena pesquisar antes e identificar qual tratamento é o mais adequado e mais compatível com o seu orçamento.

 

*Conteúdo produzido por Sther Freire | Imagens Adobe Stock

Dario C L Barbosa
Fundador e editor do Almanaque SOS. Paulistano, formado em Comunicação Social, trocou os anos em redes de rádio e televisão pela internet em 2012. Vegetariano, meditante e ecossocialista na luta por consciência e equidade. ( Twitter - Instagram ).

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui