• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Sinta-se Bem

Afinal, por que se tornar vegetariano?

9 pontos sinceros para quem quer mudar de vida, mas precisava de um empurrãozinho.

Virar vegetariano é uma decisão que assusta algumas pessoas, mas encanta muitas outras. Ainda mais quando essa escolha vem de forma genuína, como no vídeo que circulou na internet, onde uma garotinha resolveu não comer mais bichinhos no jantar.

Olhe só:

Muitas vezes não abraçamos a ideia por medo de restringir a alimentação, da dificuldade em encontrar produtos que nos satisfaçam, assim como aquele pedaço de bacon costumava fazer.

Pensando nisso, resolvemos te mostrar alguns pontos que nos farão capazes de levantar essa bandeira verde!

***

1. Menos problemas, mais saúde!

Além da consciência limpa, pense que vai se alimentar melhor e de forma saudável. Sem contar que vai cortar a gordura, ficar menos suscetível à intoxicações alimentares, se ver livre das químicas e hormônios presentes nas carnes, contribuir para o meio ambiente e manter o peso em dia.

E se liga, uma nova pesquisa realizada por pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos EUA, revelou que uma substância conhecida como ácido siálico não humano (Neu5Gc), presente na carne vermelha, pode estimular um processo inflamatório que predispõe ao câncer.

– Carne vermelha aumenta o risco de câncer

Healthylifevision

2. É devagar, devagar, devagarinho…

Reduza o consumo gradativamente ou, vá por partes, como: primeiro tirar a carne vermelha, depois de um mês, o frango e, por último, o peixe. Veja qual maneira funciona melhor para você.

A ideia não é cortar tudo, mas ir adicionando novos alimentos à sua dieta e se surpreender com as possibilidades. “O que podemos comer” é diferente de “Não podemos comer”, certo? É o que indica a Sociedade Brasileira Vegana.

truques-vegetarianismo-2

36media

3. Fácil, extremamente fácil, pra você, eu, e todo mundo

Muita gente pensa que cozinhar comida vegetariana é difícil e pesa no bolso, mas não é bem assim. É possível criar pratos deliciosos, práticos e rápidos sem qualquer adição de carne, por exemplo, o macarrão será muito mais simples de preparar sem a carne moída, não?

E se você não quiser um molho ao sugo, basta substituí-lo por proteína de soja pequena que, o quilo, custa metade do valor da carne bovina.

mid section view of a woman cutting vegetables

Livelovedetox

4. ‘Carne’ vegetariana, sim!

O mundo vegetariano se tornou muito mais prático.

Se você quer bacon, poderá contar com um tofu defumado que tem um sabor parecido (agora tem alga sabor bacon também!). Se quiser comer um bife, troque-o pela versão de soja. Uma feijoada vegetariana vai tudo, menos carne animal para dar a vez a ingredientes mais leves e nutritivos.

Você sempre encontrará versões vegetarianas ou veganas para os seus pratos favoritos, basta procurar!

substituircarne_sosslteiros

Acelerada

5. Soja é o poder!

A proteína de soja é mais barata do que carne bovina ou branca! E também não é difícil de encontrar, em grandes redes de supermercados ou em mercados municipais. Geralmente o quilo da PVT (proteína vegetal texturizada) ou PTS (proteína texturizada de soja) é entre 5 e 9 reais, já a mesma quantidade de carne é acima de 11.

Além disso, a soja rende muito mais e também tem um valor nutricional mais alto. Motivos de custo-benefício você têm de sobra e, no fim, conta com um alimento rico em nutrientes que fica delicioso!

Para mais orientações e receitas, visite.

salada-de-proteina-de-soja

 Aprendizdecozinheiro

6. Fast food também é lugar de vegetariano

Em geral, grande parte das redes de fast food tem opções que não levam carne no prato. Peça um espaguete ao sugo no Spolleto, uma esfirra de espinafre no Habibs ou o lanche vegetariano do Subway e bom apetite!

No Brasil, por exemplo, já contamos com ótimas redes de fast food vegetarianas/veganas, como a Hareburger no Rio, a Maoz (com o delicioso sanduíche de falafel) em SP, a B Burger com hambúrgueres totalmente veganos em Porto Alegre, a Curupira em GO que vende tapiocas.

Confira a lista das dez redes tupiniquins mais famosas.

tumblr_mv2ux2DB9t1rwfn9oo5_1280

Rebloggy

7. Leve lanchinhos para o trabalho

Se você conseguir levar a própria comida para o trabalho, perfeito! Mas também não se esqueça dos lanchinhos, como as frutas de fácil transporte, bolachas integrais, pão de forma com queijo, mini cenouras e o que mais desejar.

O que não vale é passar fome, pois assim as chances de você ficar esfomeado e cair em tentação pela picanha diminuem!

Hero

 Walmart

8. Não fuja de churrascos

Quem disse que churrasco é lugar de carnívoros, se engana! O evento pode ser igualmente divertido se você souber se adequar, assim como em todas as mudanças que enfrentará neste caminho.

Troque o churrasquinho tradicional por legumes, espetinho de queijo coalho, proteína de soja ou cogumelos, fica uma delícia! Assim você come bem, não vai embora com aquela sensação de que comeu um boi inteiro, podendo beber e sambar na rodinha dos carnívoros.

SONY DSC

Tudoparavegetarianos

9. Outras fontes de proteína

Se você pensa que só a soja consegue fornecer proteína para os vegetarianos, se enganou completamente. Existe uma infinidade de alimentos com alto valor nutricional. O SOS fez listas ótimas: AQUI e AQUI.

proteina-1-800x566

Huffington Post

 

IMPORTANTE: Vale ressaltar que deve SEMPRE optar por produtos ORGÂNICOS, para evitar contaminação com agrotóxicos, ok?

 

 Fontes: Papacapim | Mdemulher | Peta | Zenhabits | Asminhasreceitas | Buzzfeed 

Angélica Yassue
Jornalista que migrou para publicidade, apaixonada por música, praia, mato e caos urbano. Que aprendeu o poder da solitude, se preocupa com desigualdade social e mobilidade urbana, mas que nos fins de semana sempre pede mais uma cerveja, enquanto ri alto de qualquer piada idiota.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui