• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Vai, planeta!

Pode dar banho nos animais usando detergente de cozinha?

O segredo está na moderação.

Quem tem um animal de estimação sabe que, por nós, ele só comeria quitutes requintados, tomaria banhos relaxantes em banheiras aquecidas e só usaria produtos de primeira. Mas infelizmente, isso não depende só da gente, mas do nosso bolso.

Como forma de economizar, muitas pessoas acabam dando banho no dog usando o bom e velho detergente líquido, esses de lavar louças. E isso faz mal ao animal?

Então, não faz, mas tem algumas ressalvas importantes.

Assim como acontece com o sabão de coco, acredita-se que o detergente faz mal ao animal devido ao seu pH, que por ser diferente do pH da pele do cão ou gato, pode causar lesões, alergias, etc.

A escala do pH vai de 0 (mais ácido) à 14 (mais alcalino), sendo que a medição do pH da pele de animais saudáveis, segundo a Revista Negócios Pet, varia entre 7 e 7,5, ou seja, ele está no meio da escala, na neutralidade.

Segundo o site especializado em pets, Animello, o sabão de coco tem um pH entre 11 e 12, tornando-se um produto alcalino, e por isso seria capaz de prejudicar a pele dos animais.

Mas com o detergente, isso é diferente, desde que o produto seja neutro.

Detergente neutro pode, mas…

Como falado, se o produto usado estiver na mesma neutralidade do pH da pele dos animais, não há riscos dele ser prejudicial aos peludinhos, tanto que os shampoos próprios para os pets possuem o pH neutro.

Para provar que o detergente neutro vendido nos mercados tem realmente a neutralidade desejada para tal uso, o canal Bora Brasil realizou um teste caseiro com o detergente Ypê e acabou confirmando a afirmação do rótulo do produto – eles são neutros.

O próprio autor do vídeo e centenas de comentários publicados por cuidadores de animais domésticos, relatam usar o produto. O site do Centro Veterinário Center Pet, de São Roque – SP, afirma que também é bastante comum o uso de detergente em abrigos onde é necessário dar banho em muitos animais, em sua grande maioria, extremamente sujos.

Inclusive uma dica bastante difundida na rede para matar as pulgas e carrapatos do seu amigo peludo é justamente aplicar o detergente na pele do animal, espalhar bem e deixar agir por uns 10 minutos. Depois é só repetir a operação para se ver livre desses probleminhas. O mesmo vale para humanos.

Graças a sua composição, o detergente tem o poder de matar e desprender as pulgas e carrapatos da pele com muita eficiência, sem perigo ao animal – e muito mais barato para o bolso.

Inclusive existem diversas dicas de beleza (humana) sugerindo usar detergente para acabar com a oleosidade excessiva do cabelo. Uma blogueira americana alega que o uso do detergente de louça deixou seus cabelos mais limpos e muito mais soltos, uma youtuber brasileira também relatou que foi o detergente o único produto capaz de acabar com suas caspas.

Portanto, se você der banho no seu cachorro usando um detergente neutro (geralmente vem escrito na embalagem), você não estará colocando a saúde do seu amigo peludo em cheque quanto ao pH do produto.

Calma, ainda tem outra questão importante!

Apesar do pH neutro, o detergente ainda pode ser prejudicial ao pet devido ao poder desengordurante.

Pense bem, na pele e nos pelos do animal, o detergente vai funcionar igualzinho aquele shampoo antirresíduos super poderoso que você usa nos fios do seu cabelo. E qual é a recomendação básica para esse tipo de produto? Não use com frequência!

E o mesmo serve para o detergente. O uso deste produto para banhar seu animal não deve ser rotineiro, de uso frequente. Ele é indicado apenas para aquele “banho do mês”, ou quando seu amiguinho já estiver bastante sujo.

Se usa-lo em banhos regulares, o produto vai acabar retirando toda a barreira de proteção natural da pele e dos pelos, abrindo caminho para possíveis doenças, como infecções, alergias, etc., conforme afirma o site especializado em prevenção veterinária, Preventive Vet. Por isso, nos banhos regulares, continue usando os shampoos próprios para eles.

Até porque outro cuidado que você deve tomar é com a ingestão do produto. Principalmente os cachorros, costumam ser bastante eufóricos durante o banho, então fique atento para que o produto não entre em contato com os olhos do bichinho e também certifique-se para que ele não se lamba ou beba a água com o detergente.

E por fim, o primeiro passo que você deve tomar antes de pensar em dar banho no seu cão ou gato com o detergente é fazer o teste de alergia.

Assim como nós humanos fazemos, faça um teste na pele do animal e veja como o local vai reagir ao produto. Cada animal é de um jeito e se para uns o detergente funciona super bem, não causa nenhum tipo de problemas, há aqueles bichinhos mais sensíveis que podem apresentar coceira, vermelhidão, irritação e uma série de problemas na pele.

Pegue um pouquinho de detergente neutro e passe em um cantinho na pele do animal e observe. Se no dia seguinte não houver qualquer alteração, tanto visual como no comportamento do seu companheirinho peludo, pode usar com moderação.

Fonte(s): Dicas de Mulher, Animello, Caominhada, Geração Pet, Center Vet, Preventive Vet, Revista Pet Negócios
Redação - Almanaque SOS
Desvendando o dia a dia. Acompanhe o SOS também pelo Facebook, Instagram e Twitter

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui