• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Faz Tudo

chevron_left
chevron_right

Congelar a calça jeans não mata as bactérias e nem limpa o tecido, alertam cientistas

Após polêmica, descobrimos a verdade por trás dessa história.

Em 2014 publicamos um texto sobre uma sugestão polêmica do presidente da Levi’s para não lavarmos nossos jeans, ao invés disso, indicaram congelar a peça para matar as bactérias.

Conteúdo que posteriormente virou uma das nossas rapidinhas, publicada também em nossa página no Facebook Instagram.

Eis que mais uma polêmica foi criada. Afinal, de onde diabos veio essa ideia de que o congelador pode desinfetar alguma coisa?

A nossa leitora, Patricia, levantou exatamente essa questão:

Essa ideia, que soa um tanto quando nojenta, partiu de Chip Bergh, CEO da Levi’s, que declarou não saber quando foi a última vez que seus jeans viram uma máquina de lavar. Para limpar a peça, segundo especialistas da empresa, basta colocá-la no congelador.

A baixa temperatura do freezer seria capaz de matar as bactérias, inclusive as que causam o mau cheiro, poupando a peça de ser lavada e garantindo uma vida longa ao tecido. Apesar de termos divulgado essa dica, a dúvida da Patricia nos deixou com uma pulga atrás da orelha.

Será que desinfeta mesmo?

A verdade por trás do gelo

Adam Perez, microbiologista da Universidade de Standford, nos Estados Unidos, realizou um teste para comprovar a veracidade da informação propagada pela Levi’s, mas o resultado não foi como o anunciado, conforme divulgado pela NBC.

Perez e seus colegas cientistas foram até o zoológico, um lugar repleto de bactérias, e após terem brincado com alguns animais, enchendo a calça jeans de bactérias propositalmente, eles analisaram a peça e depois a congelaram durante toda a noite.

No dia seguinte a peça foi analisada no laboratório. Resultado: a baixa temperatura não foi capaz de diminuir o número de bactérias presentes na calça.

Segundo o especialista, as bactérias são desenvolvidas para suportarem os ambientes mais inóspitos, e a baixa temperatura certamente é um deles. Perez ainda lembra que muitas vezes os cientistas congelam as bactérias com o objetivo de preservá-las, ou seja, o frio jamais iria matá-las.

No freezer, o mau cheiro pode ser amenizado. Mas as bactérias continuam lá.

Além disso, outra prova de que a afirmação dos especialistas da marca de roupas não tem muito fundamento é o fato do freezer usado no teste ser do tipo industrial, ou seja, muito mais potente que um freezer “caseiro”. Se nem um profissa matou as bactérias, logicamente, um refrigerador menos potente, como os que a gente tem em casa, não faria isso.

A publicação então entrou em contato com a Levi’s, a fim de receber um feedback sobre essa constatação e a empresa informou que, após “novos estudos”, eles mudaram seu posicionamento sobre a dica.

Além disso, informaram que o próprio Bergh nunca fez uso da técnica do freezer, que sua declaração foi apenas para despertar o sentimento de consciência ambiental nos consumidores.

Então, como fazer?

Como informou Julie Segre, do Instituto de Pesquisa do Genoma Humano dos EUA, ao site da revista Smithsoniam, remover a sujeirada presente no jeans é mais importante que remover as bactérias em si.

“A bactéria moraria no seus jeans mais por conta da pele morta e da sujeira acumulada, do que pelo tecido em si, então, ao tirar esses resíduos de lá, deve haver uma diminuição na taxa de micróbios no jeans”, afirma a especialista.

De acordo com Stephen Craig Cary, especialista em congelamento de micróbios da Universidade de Delaware, o mais recomendado é deixar a peça de molho com a água em temperatura de 121°C por uns 10 minutos. Agora se não for maníaco por limpeza, basta lavar com água normal mesmo.

Mas não entre em paranóia quanto a limpeza do seu jeans. Ainda segundo o Smithsoniam, cada pessoa sabe a hora certa de lavar seus peças, depende do quanto você suportará andar por aí sabendo que a roupa esta infestada de pele morta, logo, bactérias.

Além disso, a frequência de lavagem não diz muito sobre a quantidade de bactérias que estará vivendo na peça. Conforme informou a ABC News, um experimento comprovou que não há grande diferença na quantidade de bactérias entre uma calça que foi usada por 15 meses sem ser lavada e outra com apenas 13 dias de uso.

Sendo assim, podemos concluir que além de não desinfetar seus jeans, a técnica de congelamento também não funcionará para evitar o chulé, conforme havíamos divulgado em outra rapidinha. Como este truque pede que se coloque bicarbonato de sódio no calçado antes de colocá-lo no congelador, certamente o resultado positivo dessa técnica se deve ao produto e não a baixa temperatura.

Fonte(s): NBC by Area, ABC News, Smithsonian
Redação - Almanaque SOS
Sempre tem jeito. Acompanhe o SOS também pelo Facebook, Instagram e Twitter

Tá na rede!

Quero mais!

Veja mais artigos!

Em caso de chefe
clique aqui