• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Sinta-se Bem

Água de Quiabo cura diabetes e emagrece (será?)

O revolucionário remédio natural funciona, ou é mais uma lenda? Entenda.

O quiabo cura a diabetes, ou é só um desejo reprimido da Bela Gil?

belagil_sossolteiros

Se você não faz dieta, ou não segue uma alimentação balanceada, sabe que, na hierarquia alimentar, legumes e verduras sofrem bullying constante. Por mais vazio que seu prato possa estar, não existe espaço para os excluídos pela aparência, cor ou até mesmo pelo nome. A não ser que alguma celebridade diga que um ou outro é legal e faça o pobrezinho ser popular.

quiabo
Foi o que aconteceu com o quiabo que, em 2013, deixou de ser verde, babão e totalmente sem graça para virar a sensação na medicina depois que três jovens de Pato de Minas, no interior de Minas Gerais, apresentaram no Caldeirão do Huck suas pesquisas com o fruto (sim, quiabo é um fruto) em relação ao tratamento do diabetes. A notícia se espalhou rapidamente e viralizou nas mídias sociais e sites com foco em medicina alternativa.

(imagem: reprodução facebook)

Entretanto, como todo viral, as informações foram aplaudidas por uns e criticadas por outros. Por isso, o SOS Solteiros pergunta: afinal, quiabo cura diabetes?

Para responder esse enigma, entramos em contato com o Dr. Rodrigo Lima, médico e diretor da Sociedade Brasileira de Família e Comunidade (SBMFC). Segundo ele, não é possível afirmar que haja qualquer benefício, já que não existem estudos clínicos de qualidade sobre o assunto.

“Há algum tempo uma pesquisa da Unicamp apontou que ratos alimentados com farinha de quiabo apresentavam diminuição dos níveis de glicose no sangue. A partir daí, estudantes fizeram um trabalho escolar com oito voluntários que consumiram a baba do quiabo e tiveram resultados parecidos, mas a metodologia do estudo está longe do mínimo para ter seus resultados considerados válidos”, explica o médico.

água de quiabo2

g1

Na época, o frisson foi tanto que a Sociedade Brasileira de Diabetes emitiu uma nota para a imprensa preocupada com a divulgação das formas “alternativas” de tratamento da doença, esclarecendo que tratar o diabetes não significa somente cuidar da glicemia, mas também de outros fatores como o colesterol, a pressão arterial e a obesidade.

Sobre alimentos que possam trazer benefícios para os diabéticos, o diretor da SBMFC comenta que essas pessoas devem incluir frutas e verduras em abundância nas refeições, evitar alimentos industrializados, além de fazer atividade física regular e usar corretamente os medicamentos prescritos pelo médico que os acompanha.

Fonte e imagem de capa: g1

Jayme Borges
Jornalista curitibano com coração paulistano, no zodíaco sou aquariano (ascendente virginiano) e dono de um bom humor levemente ácido. Criativo e sempre disposto para novos desafios, apaixonado por animais, trabalho e língua portuguesa, principalmente em redações e produções em entretenimento.

Tá na rede!

Quero mais!

Veja mais artigos!

Em caso de chefe
clique aqui