• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Sinta-se Bem

Adicionar linhaça na dieta pode emagrecer, mas não é esse milagre todo!

Perder 6 quilos em 1 mês é algo improvável, segundo estudos.

Quando o assunto é emagrecimento sempre tem alguém para indicar uma dieta específica que promete milagres. Então você vai lá todo animado achando que vai mandar embora vários quilos de maneira ‘fácil’ e acaba se frustrando, toda santa vez.

Então sempre que se deparar com alguma dieta milagrosa é bom parar para pensar o quanto isso é aplicável – e saudável. Dentre elas, a ‘dieta da linhaça’ é uma das mais conhecidas por quem se aventura no universo do emagrecimento.

Será que ela funciona mesmo, e qual o embasamento científico por trás de toda essa promessa de emagrecimento? É justamente sobre isso que o médico especialista em nutrição Michael Greger foi investigar.

Resultado: alimento não é tão milagroso quanto a gente pensava.

O que a ciência diz a respeito da dieta da linhaça?

No vídeo publicado em seu canal do YouTube, o médico menciona um estudo onde foram comparados dois grupos: pessoas que ingeriam diariamente 30g de linhaça moída e outras pessoas que ingeriam a mesma quantidade de placebo, no caso, farinha integral.

Após 1 ano de acompanhamento o resultado final foi: o grupo cuja dieta incluía linhaça teve uma redução de 15% no colesterol LDL. Seria uma ótima notícia, não fosse o fato de que pessoas deste mesmo grupo também tomassem remédios orais para diminuição do colesterol, o que comprometeu o resultado final.

Um segundo estudo utilizou metodologia diferente: de maneira aleatória, os participantes foram separados também em dois grupos. Um deles iria receber conselhos para um estilo de vida mais saudável e incluir linhaça na dieta; e outro ficaria apenas com a orientação teórica – sem inclusão de linhaça na alimentação.

Os dois grupos tiveram redução do peso corporal, da circunferência abdominal e diminuição no Índice de Massa Corporal (IMC); mas os valores foram diferentes: após as 12 semanas de acompanhamento, o grupo que recebeu apenas orientação perdeu em média 3Kg e 1,5cm de circunferência abdominal, contra 9Kg e 10cm do grupo que incluiu linhaça 30g de linhaça na dieta. Uau!

Estes resultados sugerem que a suplementação de linhaça, além da modificação do estilo de vida, é significativamente superior à modificação do estilo de vida, isoladamente, para a perda de peso. Mais estudos com diferentes dosagens de linhaça são necessários para encontrar a dosagem ideal“, concluíram os pesquisadores.

É possível que um resultado assim tenha incentivado a inclusão de linhaça na alimentação durante a busca pelo emagrecimento. Mas esses dados são replicáveis? O médico apontou outro estudo mais completo que, de certa forma, contradiz esse efeito milagroso da linhaça.

No artigo de revisão, que analisou dezenas de publicações científicas sobre o assunto feitas até novembro de 2016, mostrou que os resultados são muito conflitantes. A redução de, em média, 9kg foi encontrada em apenas dois estudos e, portanto, a revisão considerou esse valor como uma “anomalia”.

Relação do estudos comparados

Ainda assim, o conjunto de estudos analisado mostra que suplementar com linhaça uma dieta já saudável é mais eficiente para perda de peso, redução do IMC e da circunferência abdominal do que simplesmente não suplementar.

Apesar de depender muito do seu organismo, não existe milagre algum. A perda de peso média com a dieta da linhaça está longe dos 9 quilos em 3 meses, ou 6 por mês. A redução média real foi de quase 1kg e de 0,8 cm de circunferência em 12 semanas.

Ou seja: dá para incluir linhaça em uma alimentação já saudável e esperar melhora no processo de emagrecimento – só não vale ficar esperando “secar” em um mês, tá bem?

 

Assista ao vídeo completo (com legenda):

Fonte(s): YouTube - NutritionFacts.org
Daiane Oliveira
Jornalista, feminista e mãe. Discute religião, política, sexo e hábitos sustentáveis. Não discute futebol porque não entende. Quem sabe um dia.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui