• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato

Sinta-se Bem

“Abrace árvores para superar o isolamento social”: o que está por trás da recomendação islandesa

Com fundamento científico, oficiais indicam esse abraço que faz toda a diferença.

Daiane Oliveira Publicado: 21/05/2020 16:14 | Atualizado: 21/05/2020 17:02

Não tem sido fácil lidar com tantas incertezas que a pandemia pelo novo coronavírus trouxe para todos nós. O isolamento social impacta diretamente em simples tarefas cotidianas como dar uma volta para espairecer, sair com amigos e abraçar pessoas queridas, por exemplo.

Falando especificamente em abraços, se você tiver uma árvore no seu terreno, pode se sentir uma pessoa privilegiada.

Para entender melhor: na Islândia, a população tem sido estimulada a abraçar árvores. É isso mesmo! Já que abraços entre seres humanos não são recomendados nesse período de isolamento, a população tem abraçado elas, as árvores.

Falamos aqui no SOS sobre como o contato com a natureza pode servir com uma verdadeira terapia e é nesse sentido que os responsáveis pela Reserva Florestal Hallormsstadur – a maior floresta da Islândia – têm orientado os islandeses.

Thor Thorfinnsson, gerente geral de florestas do leste país, descreveu a BBC que a sensação de abraçar e se conectar com as árvores é relaxante e energizante.

É bom fechar os olhos enquanto abraça uma árvore. Pressiono minha bochecha contra ela e sinto o calor fluindo da árvore para dentro de mim”, destacou.

Uma prova de que esse lance de abraçar árvores não é papo de “bicho grilo” está neste estudo japonês, que constatou que o simples fato de observar a natureza por cerca de 20 minutos pode reduzir os níveis de cortisol salivar em 13,4%. Um dos motivos em se ter o nível de cortisol alto é o estresse.

Já os estudos sobre aterramento (grounding), revelou que pisar diretamente na terra ou abraçar árvores (por conta do aterramento das raízes no solo) pode funcionar como um potente tratamento à uma variedade de doenças, inclusive as crônicas e degenerativas, devido à carga rica em elétrons presentes na terra, que funcionam como poderosos antioxidantes.

Então já sabe:

  • Fique em casa;

  • Se precisar sair, use máscara;

  • Lave as mãos frequente e corretamente;

  • Se tiver árvores no seu quintal, abrace-as.

ATENÇÃO: não saia por aí abraçando árvores na rua e demais locais de circulação pública, afinal, elas podem ter sido tocadas por pessoas infectadas. Cuidado!

Fonte(s): BBC
Daiane Oliveira
Jornalista, feminista e mãe. Discute religião, política, sexo e hábitos sustentáveis. Não discute futebol porque não entende. Quem sabe um dia.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui