• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Atitude Coletiva

chevron_left
chevron_right

“Abraçadores profissionais”: Você pode pagar alguém para ficar de conchinha (é serio!)

Não existe nenhum envolvimento sexual, apenas muito chamego.

Todo mundo já passou por aquele momento onde tudo o que mais queria era ganhar um abraço apertado ou ter um amigo disponível para ouvir seus lamentos enquanto recebe um cafuné despretensioso, né?

Pois os americanos já possuem uma maneira de suprir essa necessidade de uma forma muito curiosa. Em algumas cidades americanas, como Nova Iorque, existe a curiosa terapia do abraço.

Além de técnicas de relaxamento e ioga aplicados durante os afagos, o “abraçador profissional” utiliza a sessão também para funções terapêuticas, oferecendo um “ombro amigo” aos clientes mais falantes. A sessão custa cerca de R$250 a hora e é aplicada, em sua maioria, por jovens que desejam, além de uma grana, trazer uma melhor qualidade de vida e mais humanidade para as pessoas.

O sucesso da ideia é tanta que até sites para “pedidos online” já surgiram na rede. A modalidade é normalmente utilizada por pessoas tímidas e também por aquelas que, devido a vida atribulada, se distanciaram de uma das necessidades básicas do ser humano: o contato físico.

Geralmente as sessões ocorrem em quartos de hotéis ou em um ambiente “zen“, mas apesar de haver muito carinho, abraços e intimidade, não rola nenhum envolvimento sexual entre cliente e “abraçador”.

Veja o vídeo postado pelo canal Elite Daily (em inglês):

Fonte(s): INC, Elite Daily, Youtube
Redação - Almanaque SOS
Sempre tem jeito. Acompanhe o SOS também pelo Facebook, Instagram e Twitter

Tá na rede!

Quero mais!

Veja mais artigos!

Em caso de chefe
clique aqui