• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Atitude Coletiva

chevron_left
chevron_right

A prova científica de que Horóscopo pode ser a mais pura mentira

Se for possível refutar a Astrologia, esse é com certeza o melhor argumento.

Se você quer ver o futuro, acha que assim vai ser melhor.
Só que nada é tão seguro.
Pode ser até pior.

raven_sossolteiros

Você pode não ter os poderes da Raven, mas lê horóscopos diários e acredita que astros influenciam sua vida?

precession_of_earth_axis
Saiba que isso pode ser uma grande bobagem, segundo uma polêmica divulgada na rede colaborativa 9Gag afirmando que os signos foram inventados há mais de 2000 anos e, como de lá para cá houveram mudanças relevantes na angulação da Terra, devido a precessão dos equinócios, horóscopo e astrologia não fazem o menor sentido.

(imagem: astronomia)

Traduzindo: quem nasceu em primeiro de maio e acredita que o seu signo seja touro, na verdade é de gêmeos, por conta do eixo de rotação da terra, o que mudaria as posições dos astros.

Para tirar isso a limpo, procuramos verificar essa história com especialistas. Afinal, será que astrologia é a maior balela da história da humanidade?

Desvendando a polêmica!

Para o Prof. Dr. Roberto D. Dias da Costa, cientista e chefe do Departamento de Astronomia do IAG/USP, as constelações dos zodíacos existem bem mais que 2000 anos, talvez mais de 3000 anos, pois foram estabelecidas pelos babilônicos, que herdaram essa tradição dos Caldeus e outros povos, ainda mais antigos.

“A precessão dos equinócios, ou seja, o fato de que o eixo de rotação da Terra gira como um pião, com período de 26.000 anos, de fato faz com que o Sol não esteja nas constelações em que os astrólogos alegam estar nas datas previstas pelos horóscopos. Mas mesmo que isso fosse corrigido, ainda assim não há relação de causa e efeito entre as posições dos planetas no céu e o comportamento humano. ”, afirma Costa.

equinocio_gif

A polêmica divulgada pelo 9gag pontua o fato científico de que o sistema zodíaco está errado em cerca de 30º, mas segundo Costa, isso é apenas um erro adicional, não é determinante para a falta de caráter científico da astrologia, embora ela não possua algum.

“Os resultados obtidos pela astrologia não seguem o método científico, não são passíveis de ser testados (…), vários testes estatísticos já foram tentados para validar resultados astrológicos e todos eles falharam. ”, finaliza o professor.

A diferença entre Astrologia e Horóscopo

Embora a astrologia não siga um método científico tradicional, muitas pessoas acreditam e se identificam, e ela já chegou a ser considerada “a grande ciência”, no passado.

“A própria Astronomia nasceu da Astrologia. Costumamos dizer que são irmãs (…), antes a Astrologia era muito mais utilizada para o contexto coletivo, social/político e passou a ser mais aplicada ao ser humano só num tempo mais recente”, afirma a astróloga e pesquisadora de comunicação da Cásper LíberoTiti Vidal.

Segundo a astróloga, a astrologia é um estudo complexo que inclui outros saberes, além da astronomia, como mitologia, psicologia, e política, podendo ter outras narrativas que são mais abrangentes que o horóscopo – uma previsão feita considerando apenas o signo solar -, logo ambos não são a mesma coisa, sendo um assunto polêmico dentro da própria astrologia.

Há uma forte divisão em torno do horóscopo, embora profissionais específicos sejam contratados por revistas e jornais para fazer as previsões, acreditando que seja uma forma de divulgar mais a astrologia, “de alguma maneira os astrólogos são “obrigados” a fazer horóscopo, se querem divulgar algum outro conteúdo astrológico mais profundo, pois essa é a demanda da mídia e do público”, aponta Titi.

Imagem de capa: institutoreikianahata

Fontes: 9gag | Superinteressante

Kelly Christi
Cronista, jornalista, criadora do blog literário Pequenos Deleites, curiosa, louca por livros e sem paciência com paranoicos.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui