• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Vai, planeta!

A nova onda do Shampoo em Barra que equivale ao conteúdo de 3 embalagens convencionais

Pode substituir os 552 milhões de garrafas descartadas anualmente.

Shampoos em embalagens convencionais de plástico não apenas ocupam um precioso espaço ao serem guardados para viagem ou para o uso diário, como são extremamente nocivos ao meio ambiente. Afinal de contas, para onde você acha que vão todas aquelas garrafas vazias jogadas no lixo?

Além disso, a maioria dos shampoos líquidos contém substâncias químicas que podem fazer mal à saúde do nosso corpo e à beleza dos cabelos.

Porém, não desanime. As versões em barra podem ser a resposta para todos estes problemas e, além de tudo, estão mais eficientes do que nunca!

Barrinhas Milagrosas

Um artigo da Lush, empresa britânica de cosméticos naturais precursora da comercialização dos shampoos em barra, revela que a criação do produto ocorreu há mais de 20 anos e foi liderada por Mo Constantine, co-fundador da marca, e por Stan Krysztal, químico cosmético.

Com o tempo, a invenção tomou forma e chegou ao mercado, modificando o cenário de cosméticos para cabelos.

Barrinhas de Shampoo Lush. (Seja livre de crueldade)

A proibição de produtos líquidos em bagagens, feita pelas companhias aéreas americanas, também foi um fator que influenciou na moda dos shampoos em barra no exterior, segundo um artigo do Tudo Ela.

Sem contar que os shampoos em barra são muito vantajosos por serem compactos e fáceis de transportar em malas e bolsas. Ninguém aguenta mais carregar aquelas garrafas de shampoo por aí, não é?

Mas não para por aí. Segundo a ATTN, com uma durabilidade de aproximadamente 80 lavagens (podendo chegar a 100), uma barrinha é equivalente a três garrafas de shampoo de tamanho médio! E o melhor, sem plástico envolvido. Elas podem facilmente substituir os 552 milhões de garrafas de shampoos que são descartadas anualmente.

O co-fundador da Lush, Mark Constantine, falou sobre o produto em um artigo do site da marca:

“As barras de shampoo tem um impacto muito positivo no meio ambiente. (…) Nós estamos extremamente orgulhosos delas porque são duradouras e totalmente descompactadas. Imagine a diferença que faria se todos estivessem usando-as?”

Eficientes e veganas!

Segundo o artigo da Lush, os criadores das barrinhas perceberam que uma barra de shampoo seria uma base perfeita para todos os tipos de ingredientes naturais, o que resultou em uma grande variedade de tipos de shampoos em barra com composição natural.

Inspirados nos criadores, muitas outras marcas tem seguido este conceito, fazendo com que os shampoos em barra sejam, em sua maioria, veganos. No Brasil, por exemplo, diversas marcas brasileiras como Fefa Pimenta, Cativa Natureza, Semente de GaiaSpa Dona VilôSal da Terra e UneVie fabricam e comercializam combinações de componentes naturais que se adequam a necessidades e gostos variados.

A saboaria artesanal no Brasil tem investido na fabricação de shampoos em barra com componentes que vão desde os mais conhecidos, como o coco, o açaí, o maracujá e a canela, até os mais surpreendentes, como as ervas indianas bhringraj, amla e brahmi. E o mais incrível é que todos possuem suas particularidades no que se refere ao tratamento dos cabelos.

É possível encontrar até mesmo cursos de saboaria natural que ensinam a fabricar shampoos em barra, como o curso online oferecido pela marca Sementes de Gaia, atendendo à necessidade de quem prefere fabricar seu shampoo com a combinação própria de ingredientes naturais.

Tudo Ela, https://tudoela.com/shampoo-em-barra/

E além de tudo, não contém químicos!

Além da composição natural, as barras de shampoo também são autoconservantes, pois foram criadas de forma a inibir o crescimento de bactérias, atendendo também às necessidades de quem prefere passar longe de substâncias químicas utilizadas para a conservação do produto.

Desta forma, por não possuírem substâncias químicas, os shampoos em barra evitam a desidratação dos fios que, segundo um artigo do The Greenest Post, é causada pelos sulfatos, além de evitarem possíveis problemas no sistema imunológico, descontrole na reprodução celular e perda de peso que podem ser causados pelo triclosan, um conservante utilizado em muitos produtos de beleza.

Uma escolha consciente de forma consciente

Não há contraindicações para o shampoo em barra, mas na hora da escolha, aquela boa análise dos tipos continua valendo. Segundo um artigo da Fefa Pimenta, empresa brasileira de cosméticos naturais, é essencial que a combinação de ingredientes presente no shampoo em barra escolhido esteja de acordo com a necessidade dos cabelos.

Isto porque são muitos os ativos naturais que podem estar presentes em shampoos em barra, a exemplo das manteigas vegetais, óleos, extratos de plantas, polpas de frutas, entre muitos outros.

Desta forma, é importante levar em consideração fatores como ressecamento, opacidade, danos e oleosidade dos fios ao escolher o produto, garantindo os resultados maravilhosos que muita gente já está curtindo por aí.

Vale a pena torcer que esta onda se espalhe ainda mais pelo Brasil, pois já passou da hora de aderirmos a uma forma consciente e muito mais benéfica de lavar cabelos.

Ah, e na hora de escolher o seu shampoo em barra, fique atento também à postura da marca quanto às embalagens do produto. Caso o shampoo em barra seja comercializado em embalagens, é importante verificar se elas são biodegradáveis, ou seja, se elas se decompõem facilmente, auxiliando na redução da poluição ambiental. Em caso de dúvidas, não compre.

O meio ambiente agradece!

Fonte(s): ATTN: - Facebook, Lush, Fefa Pimenta, Tudo Ela, The Greenest Post
Tati Santana
Baiana com muito dendê, estudou Marketing e Cinema, mas seu maior crush é escrever. Adora noites de lua cheia, papo esotérico e o jeitinho "rock'n roll meio nonsense" de levar a vida.

Tá na rede!

Quero mais!

Veja mais artigos!

Em caso de chefe
clique aqui