• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Atitude Coletiva

chevron_left
chevron_right

A modinha do “Sexo Chapado” está com os dias contados? (18+)

Transar sob efeito da erva é uma experiência transcendental? A ciência diz que não é bem assim.

Você já deve ter ouvido alguém falar que a maconha é afrodisíaca. Alguns se gabam por aí, dizendo que transar sob efeito da erva é uma experiência transcendental!

erva

Mas será mesmo, ou é só mais uma lenda urbana?

A Playboy publicou um artigo, feito pelo cientista Dr. Justin Lehmiller, que tenta desmistificar esse assunto: “Sexo e a Maconha”. O especialista apresentou vários estudos publicados e comentou sobre alguns mitos.

Um dos mais comuns é que o homem “maconhado” consegue durar mais tempo no ato sexual. O cientista explica que isso não é tão verdadeiro assim. Um recente estudo publicado no Taylor & Francis Online, afirma que a pessoa sob o efeito da erva perde a noção temporal.

Logo, acredita que levou muito mais tempo para atingir o orgasmo, o que geralmente não é real. Ou seja, o cara pode ter achado que fez o sexo mais animal da vida, mas talvez tenha durado apenas 2 minutos.

Além disso, Dr. Lehmiller traz uma segunda pesquisa, esta publicada pelo Wiley Online Library, feita em animais, apontando que a droga afeta a eficiência da ereção.

O cientista ainda usa um terceiro estudo, “A Maconha e o sexo: Um estudo crítico”, feito pelo cientista Dr. Ernest L. Abel, mostrando que usuários da erva são três vezes mais propensos a sofrer disfunção erétil do que as pessoas que não fumam com frequência.

maconha

Então, dá para cravar que maconha é ruim para o sexo? Não é bem assim. Dr. Lehmiller explica que existem dois fatores fundamentais que devem ser levados em consideração.

O primeiro é que existem tipos diferentes de Cannabis. Por exemplo, a espécie Indica é relaxante e a Sativa é estimulante. Só nessa diferença básica se pode encontrar resultados opostos. O segundo é que a tolerância do usuário à erva é outro fator que influencia o desempenho sexual, explica o pesquisador.

Na realidade, consumida em doses menores, a maconha pode ser afrodisíaca e melhorar o desempenho geral. O especialista conta que, nesse caso, a erva tira a inibição, além de estimular o desejo.

Portanto, dependendo do tipo de cannabis e da pessoa, o resultado pode ser completamente diferente e, realmente, seu amigo falastrão pode ter feito um sexo épico sob efeito da erva. Ou ele se confundiu, e na real devorou a geladeira toda, que é quase a mesma coisa.

Lesado ou animado, o uso de entorpecentes não é indicado em hipótese alguma. Fica a teu critério assumir essa responsabilidade. Não fazemos apologia ao uso.

Fontes: MICCosmopolitan | Playboy

PH Araujo
Jornalista, fã de bandas de Seattle e filmes de terror B. Acredita que a vida perfeita teria cachoeiras, boas refeições, música de qualidade, aventuras, mulheres e sonecas ao longo do dia.

Tá na rede!

Quero mais!

Veja mais artigos!

Em caso de chefe
clique aqui