• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Atitude Coletiva

chevron_left
chevron_right

A linha tênue entre o Amor e o Pornô

Temos preconceito com o que vemos como diferente, muitas vezes ligamos no automático e julgamos como errado.

A palavra ‘pornô/pornografia’ incomoda muita gente (embora seu sinônimo nem sempre seja ligada ao sexo) e ainda hoje essas muitas pessoas tem resistência a produtinhos desse gênero, como filmes, livros e todos os brinquedinhos de sex shop e afins. Mesmo as pessoas que gostam, muitas delas ainda preferem manter em “segredo”, ou sentem vergonha de entrar numa dessas lojas “adultas”. Enfim, é um assunto tabu.

mamilos1

Polêmico!

Até aí ok, nenhuma novidade. Lembram sobre os textos sobre fetiches? (Aqui e Aqui) Pois é, conhecemos um pouco sobre o assunto. Mas conhecer as variações e possibilidades da sexualidade, os fetiches e tudo mais, não faz com que “o preconceito em conversar sobre isso” se finde.

O fato é que temos preconceito com o diferente. Aquilo que vemos como diferente julgamos como errado. Sinceramente, gente?! Todo mundo tem um lado pornô dentro de si. Só que há ainda muita gente que acha que não, nem todo mundo curte um lance “selvagem”. Se formos parar para pensar, é unânime entre os não-virgens que sexo é bom. Existe a pessoa ainda travada, que não conseguiu se soltar, nunca teve orgasmo? Sim, existe. Mas por questões mais profundas e particulares.

Dentre as pessoas que [de certa forma] lidam bem com a situação (que estranho dizer isso, não? Rsrsrs) já conseguiram se soltar, acharam seus parceiros (as) ideais – ou não – e curtem mesmo que seja só o famoso papai-mamãe: essas pessoas curtem pornô. Por que digo isso? Porque mesmo o sexo papai-mamãe, como chamamos aquele ato mais “simples”, é selvagem. SIM! O próprio ato sexual é algo selvagem, instintivo, primitivo, chamem como quiserem chamar. Isso por si só já é pornô.

Vamos aos sentidos da palavra (Dicionário Aurélio): s.f. Tudo o que se relaciona à devassidão sexual; obscenidade, licenciosidade; indecência. / Caráter imoral de publicações, gravuras, pinturas, cenas, gestos, linguagem.

Agora meu ponto de vista, vamos pensar juntos no ato em si. Não é selvagem? É o quê? Romance? Não. Romance é dizer ‘eu te amo’ e ajoelhar mostrando uma aliança e pedindo em casamento. Romance é beijar a mão da donzela. Romance é algo delicado, puro e etc… Mesmo que o sexo seja feito com amor, é o ato puro e simples. Então é pornô, não? Nossas mães fazem sexo, gente! Ai que tortura é para muita gente pensar nisso!!! Rsrs

tumblr_m7c8n02A2k1r8522oo1_500_zps5dfcf47f

A sexualidade é muito difícil de ser discutida para muitas pessoas, principalmente quando se fala em performances mais elaboradas do ato. Ainda hoje, falta comunicação. Se já falta comunicação nos próprios relacionamentos e em situações simples de serem resolvidas, imagina quando se trata de sexualidade? A vergonha, a repressão e o preconceito ainda existem mesmo que velados. Aos poucos isso vem sendo mudado, claro, principalmente entre as mulheres que sofreram com repressão desde muitos e muitos anos atrás. Nós todos já sabemos disso, que por questões culturais e sociais esse assunto é tabu.

Então o pornô no amor pode ser tanto positivo e ajudar na relação aproximando o casal, quanto negativo, fazendo com que haja uma barreira imensa entre eles. Pessoas com pensamentos diferentes sobre esse assunto, um sujeito muito contido, mais travado, envergonhado muitas vezes não confia em si ou no outro. Não é sempre, mas acontece. Então onde não há confiança, seja no gênero sexual ou não, a relação não vai pra frente. Ter confiança no parceiro é essencial. Ter confiança em si mesmo também. 🙂

High-Five-GIF-1

Outra questão que pode ser negativa é a tentativa de trazer aquilo que não é real para sua realidade. Performances de filmes por exemplo. Algumas (muitas) são extremamente virtuais e não cabem na vida real. São só fantasias para ajudar no estímulo do casal. Não adianta tentar fazer igual porque é incabível. Você acaba se perdendo em busca de um roteiro padrão, quando na verdade a vida real não tem roteiros, e a sexualidade também não. Também temos que lembrar que não pode ser algo que gere desconforto a um ou aos dois. O casal é feito de duas pessoas, as duas devem estar satisfeitas. Lógico, amigo solteiro(a), se você tiver uma parceira(o) além das sua mãos…

tumblr_mfs5s2xJI11rhv7gyo1_500

O lado positivo eu acho que nem preciso dizer né, gente? O casal se aproxima e se conhece mais. Estimula a criatividade e intimidade. Podem realizar fantasias um do outro, pensar numa coisa nova. Incrementar…

Também temos que lembrar que não pode ser algo que gere desconforto. O casal é feito de duas pessoas, as duas devem estar satisfeitas e confortáveis. Isso vale pra aquela paquera que você conheceu semana passada e sabe que não vai dar em nada além de algumas bem dadas. O que, fui muito pornográfica?

tumblr_m420n5uwKe1r7vb0zo1_500

…Abra a cabeça…

Redação - Almanaque SOS
Desvendando o dia a dia. Acompanhe o SOS também pelo Facebook, Instagram e Twitter

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui