• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Atitude Coletiva

chevron_left
chevron_right

5 Truques científicos para ter sucesso no primeiro encontro

Para evitar possíveis chateações, ou aquele minuto de silêncio que parece horas. Bora desencalhar, Brasil?

Normal, o primeiro encontro é (quase sempre) constrangedor. Nunca se sabe o que fazer ou falar, e qualquer atitude errada pode estragar tudo.

encontro_sososlteiros

Para evitar possíveis chateações, ou aquele minuto de silêncio que parece horas, o site da Time publicou um artigo baseado em opiniões de especialistas, com cinco dicas para se ter uma ótima conversa no primeiro encontro e não acabar com as chances de transar amar, por falar alguma besteira. Olha só!

***

1. Fale de viagens, não de filmes

Um estudo feito por Richard Wiseman, publicado no livro “Quirkology: How We Discover the Big Truths in Small Things“, comprova que apenas 9% dos casais que conversam sobre filmes têm um segundo encontro, já os que falam sobre viagens somam 18% .

“As conversas sobre viagens tendem a girar em torno de feriados ou destinos dos sonhos, e faz com que as pessoas se sintam bem, e assim, parecerem mais atraentes um para o outro”, conclui Dr. Wiseman.

talking_about_travel_by_davidepascutti

davidepascutti

2. Não é o que você fala, mas a maneira como fala

Durante uma conversa, tente manter o equilibrio entre ter iniciativa nos assuntos e deixar com que a outra pessoa também fale.

Segundo os doutores Eli J. Finkel e Paul Eastwick, dois dos autores do livro “Brain Trust“, é preciso evitar extremos, ou seja, nem dominar a sugestão de assuntos e nem deixar de fazer isso.

Pense no papo como uma troca de passes: ouça com atenção, receba a bola, fale e passe-a de volta, com naturalidade. O principal é dar respostas que demonstrem interesse no assunto falado.

5_Conversas_que_deve_ter_no_primeiro_encontro_SOSSolteiros

circuscircus

3. Dividir segredos

A troca de informações pessoais em um primeiro encontro pode despertar sentimentos de conexão entre os dois. No livro Snoop: What Your Stuff Says About YouArthur Aron, psicólogo da Universidade Estadual de Nova York, conta sobre uma experiência que realizou com alguns homens e mulheres que não se conheciam.

Ele deixou que conversassem por algumas horas, o objetivo era criar um nível maior de intimidade, usando um questionário (traduzido pelo SOS) com perguntas específicas. O resultado foram ligações quase que instantâneas e tão fortes quanto amizades de longa data.

5_Conversas_que_deve_ter_no_primeiro_encontro_SOSSolteiros(1)

newstage

4. Escolha um assunto polêmico

Se nenhuma dessas alternativas para dar inicio à uma conversa funcionarem, que tal conversar sobre o que ninguém pergunta em um primeiro encontro?

O pesquisador Dan Ariely propõe, em um artigo publicado em seu site, que o casal realmente troque experiências, perguntando coisas como “Quantos parceiros sexuais você já teve?” ou “Quando foi a última vez que você terminou um relacionamento?”.

Pode parecer estranho, mas observando casais que fizeram estas perguntas, foi perceptível a satisfação tanto de quem perguntou, quanto de quem respondeu. Sendo assim, quando as pessoas percebem que tem o controle do assunto, mesmo não sendo usual, aproveitam melhor a conversa.

5_Conversas_que_deve_ter_no_primeiro_encontro_SOSSolteiros(2)

guiadicas

5. Para ir além da conversa

Se você gostou da pessoa, achou que podem se dar bem e planeja ir além da conversa, quem sabe levá-la (lo) em casa para se conhecerem ainda melhor, aqui vai uma dica preciosa: se ele (ela) gosta de cerveja, você tem 60% a mais de chances de conseguir se dar bem.

Segundo o site OkCupid, independente de sexo ou orientação sexual, aqueles que gostam de beber e apreciar cerveja têm maiores chances de fazer sexo no primeiro encontro. Qual bebida pedir durante o jantar?

bebercerveja_sososteiros

 

Bora desencalhar, Brasil?

Imagem de capa: linkis

Via: Time

Amanda Conte
Filmes infantis são seus favoritos, mesmo tendo 23 anos. Chocolate e livros são seus únicos vícios. Jornalista, escritora independente e paulistana até a alma.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui