• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Vai, planeta!

300 kg de comida: em seis meses ela transformou o quintal ‘seco’ em uma floresta

Veja algumas dicas para transformar o gramado em fábrica de alimentos.

Se você mora em uma casa com quintal, é possível que tenha um pouco de grama, algumas plantinhas em vasinhos e uma ou outra variedade de árvore frutífera. Mas, provavelmente, nada muito além disso.

A bióloga e doutora em ecologia Nathália Machado provou que dá para ir além. Muito além, aliás. Ela transformou um espaço árido de 16x6m² em uma verdadeira agrofloresta, de onde saem cerca de 50 kg de alimentos por mês.

No Instagram,  a bióloga compartilhou feliz os resultados da renovação de seu terreno, em um antes e depois de deixar qualquer apaixonado por hortas e plantinhas com inveja.

“A maior parte dos jardins e quintais são ocupados com gramas (que demandam muita água) e plantas que tem poucas funções. Enquanto isso, nosso alimento é produzido cada vez mais distante de nossas casa, gastando cada vez mais combustível e plástico e veneno para chegar a nossa mesa.

E se a gente começasse a repensar nossas casas?
E se a gente começasse a otimizar nossos espaços?

Alimentos sem veneno. Melhoria da temperatura. Diversidade. Redução de poluição (sonora, aérea). Estoque de carbono. Redução da produção de lixo. Economia. Frutas do Cerrado que estão por vir. Permeabilidade do solo. E muitos outros benefícios”, contou.

Nathália destacou ainda estima que mais de 300 kg de alimentos tenham sido produzidos e, como cerca de 200 kg foram colhidos, o restante virou biomassa para adubar sua agrofloresta.

E se você quer se inspirar na experiência da Nathália e transformar alguma área vazia do seu quintal em uma verdadeira fábrica de alimentos orgânicos, ela dá algumas dicas:

  • Busque conhecer todas as espécies que você vai plantar. Cada planta tem um tempo de colheita e entender isso vai permitir que você otimize seu plantio no tempo e espaço;
  • Áreas mais ensolaradas são mais adequadas para o plantio de hortaliças;
  • Mantenha o solo sempre coberto. Para isso você pode usar folhas secas, restos de palha e poda de grama. Isso ajuda a manter a água e a vida de microorganismos benefícios do solo;
  • As plantas são seres vivos e estão sempre em crescimento. Por isso, de tempos em tempos é necessário fazer podas;
  • Plante flores para atrair polinizadores, como abelhas e aves. Eles são importantes para a formação de frutos.

Uma alternativa para aproveitar possíveis espaços vazios em nossos terrenos, produzir nossa própria comida orgânica (sem agrotóxicos) e, de quebra, ainda economizar nas compras do mês.

Fonte(s): Instagram - Nathália Machado
Daiane Oliveira
Redatora, feminista e mãe. Discute religião, política, sexo e hábitos sustentáveis. Não discute futebol porque não entende. Quem sabe um dia.

Tá na rede!

Quero mais!

Veja mais artigos!

Em caso de chefe
clique aqui