• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Crossfit Mental

chevron_left
chevron_right

11 Podcasts que você deveria ouvir enquanto está no busão, metrô ou trem

A lista foi criada por quem mais se liga no assunto.

A mídia podcast há anos me encanta. Eu sou cego e deve ser por isso que eu tenho tanto apreço por esse tipo de conteúdo. Para quem não sabe, é como um programa de rádio distribuído pela internet por meio de episódios, só que muito mais pessoal e íntimo.

Nem tanto, nem tanto…

O áudio faz com que não existam barreiras para que eu possa consumir aquela informação, embora eu também acompanhe conteúdos por meio de vídeos, mas essa é outra história.

Vem comigo que eu vou te indicar alguns dos melhores podcasts que  você deve conhecer agora mesmo. Joga aquela solidão de lado e tenha sempre uma companhia, seja no transporte público ou em tarefas repetitivas e muito chatas como lavar a louça.

 

1. Não Ouvo

Quem conhece a galera do Não Ouvo sabe que os caras são sacanas (no bom sentido). Um dos blogs de humor (Não Salvo) mais acessados do Brasil, hoje produzem conteúdo em diversas plataformas.

O Não Ouvo é, como eles dizem, o podcast do proletariado brasileiro. Encoste sua cabecinha na janela do ônibus e ouça Cid, Braian, Luide e Igor destilarem os maiores absurdos que você não ouviria em nenhum lugar.

Tudo é motivo para tirar sarro e sobra para todas as tribos e pessoas. Se você é sensível, recomenda-se cautela. Uma sugestão é começar ouvindo o Não Ouvo #136 – NELSON STAY, sobre o que eles acham sobre os diferentes estilos musicais.

Nao Salvo, https://www.naosalvo.com.br/podcasts/nao-ouvo-136-nelson-stay/

 

2. Mamilos

Mamilos são polêmicos, certo? É com essa premissa que as encantadoras Juliana Wallauer e Cris Bartis produzem esse podcast do site B9. Amor, empatia e jornalismo de peito aberto são os principais lemas do programa, comandado por algumas das vozes mais dóceis da podosfera (e olha que eu manjo de vozes).

Cada novo episódio é um novo mundo de descobertas, informações e debates de alto nível. Os temas são variados e vão de política (quando normalmente a chapa esquenta, mas sempre com muito respeito), até saúde, comportamento e economia.

Seja lá qual for sua opinião sobre um assunto, sempre terá alguém do outro lado da mesa para trazer uma nova perspectiva. O programa que eu recomendo é o Mamilos 122 – Futuros Possíveis: Microrevoluções, com técnicas efetivas para você desacelerar e relaxar quando trava o Nintendo e rola aquele desespero sobre a vida.

 

3. Naruhodo

Sabe quando bate aquela curiosidade sobre coisas banais do dia a dia e informações passadas para a gente pelos pais ou avós, como “friagem dá gripe”? Então. O Naruhodo, também do B9, tenta resolver todas essas questões e muito mais com episódios curtos e tudo baseado em evidências científicas, seja um ‘tema da zuera’ ou um assunto sério.

É apresentado pelo leigo curioso, Ken Fujioka e pelo PhD, Altay de Souza. Se você não tem tanta familiaridade com a mídia, pode ser uma boa começar por esse, já que os episódios tem, no máximo, 40 e poucos minutos. Só cuidado para não explodir a cabeça com tanta informação. Indico ouvir o Naruhodo #72 – Por que coisas fofas dão vontade de apertar?

 

4. Rebobinando

Rebobinando é o programa mais diferente de cultura pop que você vai conhecer. Não fala só de cinema, quadrinhos e séries, como você possa pensar. Também fala de culinária, TV aberta, música sertaneja, humor e até mesmo ufologia.

É apresentado por Luide Hister e também é da família Não Salvo de podcasts, mas ao contrário do Não Ouvo, vem sempre com um conteúdo reflexivo e informativo.

Você pode começar pelo Rebobinando S01E01 – O que é Cultura POP? Nesse primeiro episódio do podcast você vai entender que cultura popular é um termo muito mais amplo do que imaginamos.

Nao Salvo, https://www.naosalvo.com.br/podcasts/rebobinando-001-o-que-e-cultura-pop/

 

5. Imagina Juntas

Aqui o bate papo é solto e acontece como na mesa de um bar. Vários temas da vida adulta e do cotidiano são tratados com leveza e bom humor por Jessica Grecco, Carol Tchulim e Gus Lanzetta. Desde um date ruim, feminismo, masturbação e sexo, até acessibilidade e inclusão são tratados pelos três, que possuem uma conexão e intimidade admiráveis.

Os episódios do Imagina juntas são mais longos e passam de uma hora, mas o tempo parece escorrer pelas mãos enquanto você ouve. O episódio que eu indico é o que eu participei (muy malandro). No Imagina Juntas #20 – Imagina Acessível eu falo sobre como é ser um jovem cego, os memes e descrições de imagens na internet para pessoas com deficiência visual (incluindo nudes), preconceito e muito mais!

 

6. LoopMatinal

Tecnologia sempre fez parte da minha vida. Com ela eu posso trabalhar, estudar, ter acesso a informação e a redes sociais. Se você trabalha na área ou quer saber de tudo que acontece nesse mercado, esse LoopMatinal é para você.

Diariamente, Marcus Mendes traz as principais notícias do noticiário de tecnologia, incluindo informações sobre movimentações financeiras, novidades empresariais de gigantes do setor e muito mais. Os episódios são curtinhos e tem uma média de 10 minutos. Não tem como indicar um programa específico, porque o podcast acontece todos os dias e com informações quentes e atuais.

LoopMatinal, http://www.loopmatinal.com/

 

7. Cocatech

Gustavo Faria é um daqueles caras que você pode chamar de diferenciado. Ele manja tudo de produtividade e de como hackear a vida com a tecnologia. Cocatech também é diário e ele faz uma análise sobre os principais acontecimentos da semana envolvendo tecnologia.

Como alguns assuntos são um pouco técnicos, no começo pode ser que você fique um pouco perdido. Mas com o tempo, você vai sacar o jeitão do Coca e de como ele elabora seus pensamentos e do quão importante é estar em alerta sobre esse mercado. Afinal, você está rodeado de dispositivos tecnológicos e em breve pode ser até que seja parecido com eles.

Cocatech, https://cocatech.com.br/

 

8. Nexo Podcast

O Nexo Jornal é um veículo jornalístico totalmente digital que se propõe a fazer análises aprofundadas do que acontece no mundo, sem aquela loucura de dar toda e qualquer informação que pipoca por aí.

Com eles não tem enrolação: todo é explicado tim-tim por tim-tim pra você que é meio distante do noticiário e não está entendendo é nada. O Nexo Podcast também tem essa pegada e fala sobre vários assuntos, como literatura, política e assuntos do cotidiano. Você pode começar a sua aventura com o NEXO Politiquês 24 – Para que serve um partido político.

 

9. Meia Hora Sozinho

Ok, a gente sabe: brasileiro não é tão pontual assim. O Meia hora Sozinho é um podcast que muitas vezes passa um pouco de 30 minutos e nem sempre é sozinho. Nele, Alexandre Nickel conversa com o ouvinte de uma forma intimista e muito pessoal. Com o tempo, você se sente melhor amigo do cara.

É o programa perfeito para passar o tempo e ouvir histórias – seja do Alexandre ou do convidado. Esporte, meditação, métodos de composição de música, tudo pode ser assunto do Meia Hora Sozinho. É só dar o play e relaxar. A indicação é ouvir o episódio “Aghata Moreira explicando rei momo, luta livre e como é ser aeromoça” (sim, tudo isso e mais um pouco – o barato é loco mesmo).

 

10. 1986podcast

Como eu disse aqui, áudio é um formato de mídia que naturalmente me encanta. Por este motivo é que o 1986podcast está na lista. Diferentemente do “papo de bar” tradicional (que é bom, mas não é o único formato), esse é um audiodrama. Sabe aquelas rádios novelas de antigamente, quando você imaginava tudo por meio da sonorização? É isso que o 1986podcast faz.

Produzido por Guilherme Afonso, a história da primeira temporada, “Inverno”, é sobre um mundo distópico e se passa lá pelos anos de 1990. Uma dica para aproveitar melhor a sensação e os diferentes sons é ouvir os episódios com fones de ouvido. A segunda temporada já está em andamento, mas a dica é começar ouvindo a primeira temporada completa.

1986, https://www.1986podcast.com.br/inverno/

 

11. Eu Tava Lá

Sabe aquela história maluca que você conta e ninguém acredita? No Eu tava lá, Braian Rizzo convida personagens para contar as histórias mais engraçadas e inusitadas da vida de alguém. É um bate papo praticamente sem edição e trilha, como uma conversa entre dois amigos.

Os detalhes mais sórdidos e vergonhosos são relatados nos poucos minutos de duração dos episódios pelas pessoas que realmente estavam no local do acontecimento, como diz o nome do podcast. Como está no começo, dá tempo de fazer uma maratona sem muita dificuldade. Mas uma dica é começar pelo Eu tava lá #4 – HISTÓRIAS DE BOMBEIRO (com Marlos Sanuto)

Eu Tava Lá, http://eutavala.com.br/eu-tava-la-4-historias-de-bombeiro-com-marlos-sanuto/

 

– Tem mais sugestões de podcasts incríveis? Então comenta aí!

Fonte(s): AdNews
Gustavo Torniero
Jornalista curioso no âmbito profissional e nas horas vagas. Escreve conteúdos otimizados para motores de busca e já publicou reportagens em veículos de comunicação, foi sócio e apresentador do Programa Zuada, para cerca de 900 cidades ao redor do Brasil e é ativista na área de acessibilidade e inclusão de pessoas com deficiência. É cego, mas isso fica por último porque é só um detalhe.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui