• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Crossfit Mental

chevron_left
chevron_right

10 Técnicas para começar a ler mais Livros em plena era da internet

É possível ler 300 páginas com a metade do tempo que gasta na rede social.

Sabe aquelas metas que as pessoas fazem para a vida? Perder peso, parar de procrastinar, passar mais tempo com a família… Ler mais livros, deve estar por lá, em algum lugar.

São tantas as coisas que nos tentam e reduzem nossa vontade de ler, não é mesmo? Os programas de TV, a Netflix, os stories do Instagram, os testes BuzzFeed…

A quarta e mais recente pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, desenvolvida pelo Instituto Pró-livro, revelou que 44% da população brasileira não lê e 30% nunca comprou um livro.

Se você leu um livro há mais de três meses, é considerado um não leitor pela pesquisa. E é quase certo que, assim como os entrevistados, prefere a TV (73%), a internet (60%), o Whatsapp (53%), o Facebook, Twitter e Instagram (44%), à leitura.

Isso é uma realidade da nossa sociedade, mas não há motivo para se desesperar ou se culpar. Se a leitura é um hábito que você gostaria de ter, mesmo na era digital, há muitas maneiras de começar a cultivá-la. Separamos algumas dicas, se liga!

 

1. Comece com livros que você sabe que vai gostar

Se você não é um leitor regular, não adianta nada ler um Vidas Secas, escrito em 1938, por Graciliano Ramos.

Escolha temas de seu interesse e se encontrar um autor que curtiu bastante, leia mais obras dele. Um filme favorito que foi inspirado em um livro, é uma boa também. Acha alguém muito importante e descobriu uma biografia sobre ele? Vai com tudo.

 

2. Organize seu tempo

Você sabia que a Agatha Christie lia 200 livros por ano? O Mark Zuckerberg, termina um a cada duas semanas. Preso, o ex-presidente Lula diz ler em média 55 páginas por dia. Já o Luís Netto, um estudante de Direito, lê 900 páginas, por hora. Começou em 2009 e até 2017 tinha lido 6 mil livros.

Fica tranquilo, você não precisa ser um fenômeno da leitura. Mas você pode chegar aos números da Agatha Christie, do Zuckerberg e inclusive do Lula com facilidade.

Para que um leitor médio consiga ler 300 páginas por dia, deveria reservar 35 horas semanais para a prática. De acordo com os dados do relatório 2018 Global Digital, os brasileiros passam, em média, mais de nove horas do dia na internet, por semana, seriam em torno de 63 horas. Não estamos nem citando o tempo gasto com TV ou Netflix.

Portanto, é possível reduzir os excessos e investir em leitura. Fácil na teoria, difícil na prática. Então, transforme a leitura em metas específicas e delimitadas. Não se esqueça de incluí-la na sua lista de prioridades, todos os dias, mesmo que por alguns poucos minutos.

 

3. Leia sempre que possível

Há minutos escondidos em todos os cantos do seu dia. Pense nos seus momentos de inatividade, quando você não tem outra opção a não ser esperar.

Não pense em ler durante uma hora inteira, use pequenos intervalos de tempo durante o dia. Na espera do dentista, na fila do banco, no ônibus, 15 minutos antes de dormir e até no banheiro! Não pegue o celular, leia um livro.

Você vai acabar lendo o tempo todo, uma página aqui, outras tantas ali. Quando se der conta, a leitura será algo tão natural quanto respirar ou comer. Sem contar que ler em transporte público te torna atraente quase instantaneamente.

 

4. Nunca saia de casa sem um livro

Certifique-se de ter um livro sempre por perto. Isso vai facilitar quando tiver um tempo livre.

“Ai, livro pesa muito!” Não precisa carregar um capa dura pra cima e pra baixo, há sempre a possibilidade de comprar e-books e ler no smartphone, dispositivo de leitura ou um tablet. Use a tecnologia a seu favor.

 

5. Crie listas de leitura

O que não falta na internet são listas confiáveis, elaboradas por quem entende da coisa. Dê um Google e encontre desafios e pautas como:

  • “Os livros que todo mundo deve ler”,
  • “Os maiores romances da atualidade”,
  • “Os livros mais polêmicos”,
  • “Os maiores lançamentos do ano”,
  • “Os dez livros mais vendidos no mês”
  • “Os melhores livros sobre [coloque seu assunto favorito]”
  • Ou até “O que os famosos andam lendo”.

Essa é uma pesquisa prévia que servirá de base para que você crie sua própria lista. Selecione bem as obras que tem interesse e leia com calma, no seu ritmo. Aos poucos vá aumentando a quantidade de páginas, sem perder a qualidade na leitura. Quando chegar ao final de um livro, estará preparado e animado para outro.

 

6. Trace metas realistas

Verifique quanto tempo leva para ler determinado número de páginas, assim, defina quantas delas vai ler por dia ou semana. Se achar trabalhoso demais, faça metas de livros por mês ou ano. O importante é acompanhar seu progresso.

Útil também é se presentear depois de alcançar seus objetivos. Que tal um livro novo?

~cheirando~ meu deus, cheira tão bem.

 

7. Tudo bem desistir de um livro

É normal começar um livro e descobrir que ele não tem nada a ver com você ou que as palavras escritas ali não fazem sentido na sua cabeça. Não caia na armadilha de continuar a leitura. Ler não deve ser uma obrigação ou um momento de tortura.

De acordo com a UNESCO, no mundo todo, são publicados cerca de 2 milhões de livros por ano; por que perder tempo com livros que você não gosta?

 

8. Turma da leitura

Convide seus amigos para ler com você também e discuta os enredos com eles. Caso eles não curtam, no Facebook existem muitos grupos de leituras. Encontre nesse ambiente pessoas que estão na mesma situação que você e querem compartilhar experiências.

Ter um compromisso público de leitura fará com que você conheça novas pessoas, ganhe recomendações e entre em contato com gêneros literários que pode vir a gostar, mas sempre descartou por falta de conhecimento. Às vezes, é interessante se aventurar em obras que sejam diferentes de seu gosto.

Outra dica interessante é uma ideia do escritor Ryan Holiday, que troca experiências de leitura por e-mail. Inicialmente, ele montou uma lista de recomendação de livros, enviou para alguns amigos e escreve pequenas resenhas das leituras que concluiu no mês. Hoje já compartilha com 80 mil leitores!

 

9. Seja próximo dos seus livros

Pense na sua estante de livros como um organismo dinâmico e vivo. Adicione alguns livros e passe adiante aqueles que tem certeza que não irá ler mais.

Na internet existem muitas possibilidades para emprestar, trocar e vender livros. Mas também, sempre irão existir os sebos e bibliotecas públicas. Isso fará com que você esteja sempre caminhando até sua estante e nunca passando por ela sem se dar conta.

 

10. Use livros como sonífero

Caso nada disso der certo para você, uma forma simples de começar a ler é usando os livros como um sonífero. Sério. Manter livros na cabeceira da cama são muito práticos para as noites de insônia.

Ao contrário da luz azul da TV ou smartphones, que tiram o sono e fazem mal aos olhos, os livros vão expandir sua cultura ao mesmo tempo que irão trazer aquele soninho que escapuliu, quando perceber já virou hábito e vai estar lendo todos os dias.

 

– Agora, fecha esse artigo e vá ler um livro 😉

Fonte(s): Superinteressante, Harvard Business Review, BBC UK, BBC Brasil, Lifehack, Retratos da Leitura no Brasil, Digital in 2018, Dom Total, Huffpost, World do Meters, Ryan Holiday - Meditations on Strategy and Life
Taís Lenny
Jornalista e leitora voraz (do chick lit ao clássico). Acredita que a curiosidade deve ser alimentada tanto pelas coisas comuns quanto as complexas. Pode escrever sobre leis ou o mais simples ato humano. Afinal, o homem não é um ser fascinante?

Tá na rede!

Quero mais!

Veja mais artigos!

Em caso de chefe
clique aqui