• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Setor Bugiganga

10 Mitos desvendados sobre a bateria do seu smartphone

Entre fazer durar mais e explodir, existem muitas farsas por aí.

Um dos grandes problemas da nossa vida atualmente é a vida útil das baterias dos telefones móveis.

ChargePhone

Quem é da época dos “tijolões” lembra que a carga destes celulares costumavam durar dias, semanas. Agora, se funcionar um dia é muito. A maioria das baterias destes smartphones top de linha tem vida útil de três a cinco anos, se os cuidados devidos forem tomados.

A gente costuma ouvir coisas como “Não deixe o celular ligado à noite” ou “Não use o celular enquanto ele estiver carregando”, né? Pois bem, chegou a hora de saber quais destes mitos relacionados à recarga de celular são verdadeiros de fato.

 

Mito 1: Carregadores genéricos destroem a bateria do smartphone

184c19v2diwvijpg

lifehacker

A Verdade: Nem todo carregador é ruim, mas alguns modelos devem ser evitados.

Não compre aqueles carregadores vendidos nos “Xing Ling” da vida. Algumas marcas – como a Belkin e a KMS – são de confiança e produzem carregadores não-oficiais de qualidade. Estudos comprovam que a eficiência da carga com os carregadores genéricos não é tão boa, mas isso não necessariamente prejudica a vida útil da bateria. É só evitar material de qualidade duvidosa.

 

Mito 2: Não use o celular enquanto o carrega

phonehack12f-6-web

nydailynews

A Verdade: Use numa boa, desde que seja seu carregador original.

Existem motivos meio bizarros para a galera acreditar nesse mito. Muita gente crê que existe o risco do smartphone explodir, ou até mesmo eletrocutar o usuário se for usado durante a carga. Bom, se você estiver usando o carregador original, as chances são remotíssimas. Em julho de 2013, um comissário de bordo chinês chamado Ma Ialun sofreu desse mal com seu iPhone 4. Mas o cara usava um carregador genérico. Lembram do Mito nº 1, né? Evitem “Xing Ling”!

 

Mito 3: Deixar o celular carregando durante toda noite estraga a bateria

smartphone-doing-good-while-we-sleep-600-45520

coloribus

A Verdade: Quando a bateria está totalmente carregada, o celular para de puxar energia.

Apesar de não prejudicar a bateria manter o celular carregando durante toda a noite, o ideal é não fazer isso sempre. A vida útil da bateria é maior se a carga for mantida sempre entre 40% e 80%.

 

Mito 4: Você não precisa deixar seu celular desligado

2012-11-13-power-off

512pixels

A Verdade: Faz bem deixar o bichinho dar uma descansada.

Apesar de ser uma máquina, seu smartphone também precisa de descanso. Especialistas dizem que é legal deixar o celular um tempo desligado ao menos uma vez por semana. Uma dica é deixar o celular desligado enquanto dorme. Até uma simples reinicialização pode ser benéfica para o aumento da vida útil da bateria.

 

Mito 5: Não carregue seu celular até que ele esteja com 0% de bateria

ZipQpnK

A Verdade: É melhor carregar seu celular um pouco todo dia do que fazer uma grande carga.

As baterias de lítio, presentes nos celulares modernos, funcionam melhor com uma quantidade considerável de carga. Se você deixar seu celular com nível de bateria muito baixo, sua performance pode ficar instável. A bateria tem um ciclo limitado de cargas e, a cada vez que chega a 0%, esse número diminui ainda mais.

 

Mito 6: O celular novo precisa de uma primeira grande carga

tech-iphone-5s-queues-15-1

digitalspy

A Verdade: Novos materiais não necessitam mais desse processo.

Quem nunca ouviu essa história, né? “Olha, na primeira carga, não esquece de deixar ele na tomada por um dia inteiro”. Isso não é mais necessário. Esse processo só era preciso quando as baterias tinham como matéria-prima principal o níquel cadmo. Com esse material, se não rolasse a primeira grande carga, a bateria perderia aos poucos sua força, num processo conhecido como “Efeito Memória”.

 

Mito 7: Colocar a bateria na geladeira ou freezer ajuda a recuperar sua potência

galaxy-nexus-in-the-freezer-640x353

extremetech

A Verdade: Pode preservar a carga, mas não aumenta sua potência.

Diversos depoimentos sobre pessoas que deram uma vida extra a sua bateria colocando na geladeira, ou freezer, podem ser encontrados online. A verdade é que não existe um estudo científico que comprove esta ação. O lítio funciona muito bem em temperatura ambiente, o que pode acontecer é a preservação da carga na bateria, pois ficará congelada, mas isso só em tese. A probabilidade de molhar o aparelho, e estragar de vez, é muito alta.

 

Mito 8: Antes as baterias duravam mais

vroeger-en-nu-mobile

appmakelaar

A Verdade: Os smartphones estão mais potentes.

Como qualquer outra tecnologia, as baterias de celulares estão em constante evolução. O que acontece é que os smartphones consomem mais energia do que aqueles celulares antigos que costumávamos ver há uns bons anos. Hoje, estes aparelhos inteligentes têm performance similar a de um computador e, claro, exigem muito mais da bateria.

 

Mito 9: Vibracall, Wi-Fi e Roaming comprometem a performance da bateria 

funny-gifs-set-phone-to-vibration-only

A Verdade: Todas essas funcionalidades consomem uma energia danada da bateria.

Para a função vibra, por exemplo, é necessário acionar um pequeno motor no celular. O roaming é outro vilão, assim como o wi-fi, regiões com sinal baixo exigem mais do aparelho e, consequentemente, da bateria.

 

Mito 10: Temperatura externa afeta o desempenho da bateria

stock-footage-businessman-searching-for-signal-on-cellphone-in-the-desert

footage.shutterstock

A Verdade: A temperatura pode afetar as reações químicas da bateria

A performance da bateria depende dessas reações. O calor, por exemplo, diminui a força e a vida útil da bateria do seu smartphone.

 

 

Imagem de capa: mycustomer

Fonte: Mashable

 

Anderson Neco
Jornalista apaixonado por música, futebol, cerveja e cinema - não necessariamente nessa ordem. Já escreveu sobre cultura, telecomunicações e até gado. Ao longo dos anos, o rapaz - que coleciona frustrações e vinis - só conseguiu ter certeza de uma coisa: "The Godfather" é o filme mais importante de todos os tempos.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui