• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato

Crossfit Mental

chevron_left
chevron_right

10 Filmaços sobre Vampiros

Para limpar com sangue a mancha da saga Crepúsculo.

Anderson Neco Publicado: 24/10/2014 13:27 | Atualizado: 24/10/2014 13:40

Desde o lançamento do primeiro longa da série “Crepúsculo”, em 2008, os filmes de vampiro ganharam um estigma ruim da crítica especializada. Recriados na série estrelada por Robert Pattinson e Kristen Stewart, os vampiros aparecem superfofinhos e reluzentes na luz do sol. Pois bem, amigos. Nem sempre foi assim. 

Cage

Muitos filmes honraram o legado deixado por Bram Stoker e seu “Drácula”. E é para isso que essa lista foi criada. Vamos indicar 10 filmes REALMENTE FODAS sobre vampiros. Alguns diretores renomados já se aventuraram no gênero e produziram obras de valor histórico significativo. Tem de tudo: Musical, Robert Rodriguez com roteiro de Quentin Tarantino, David Bowie atuando, Francis Ford Coppola, John Malkovich e Willem Dafoe inspirados e até filme sueco. Anota aí!

 

The Rocky Horror Picture Show

The Rocky Horror Picture Show [1975]

Pipocômetro:

vale pipoca turboVale Pipoca Turbo: Um ótimo musical, vai te deixar exausto, por isso com muita fome e sede.

Frequentemente lembrado como um dos musicais mais famosos do cinema, “The Rocky Horror Picture Show” tem atmosfera extravagante e (meio) gótica. O filme conta a história de Brad e Janet, que acabam de ficar noivos. Antes da cerimônia, o casal decide fazer uma viagem de carro, mas acaba se perdendo. Um castelo com visual soturno é o único rastro de civilização que Brad e Janet encontram. Por lá, eles recebem ajuda de uma galera bem esquisita. Vampiros, claro, fazem parte da patota. “The Rocky Horror Picture Show” foge um pouco do esteriótipo de filmes sobre vampiros que a galera costuma procurar, mas é um clássico e merece ser visto.

 

Nosferatu: O Vampiro da Noite

Nosferatu the Vampyre [1979]

Pipocômetro:

vale pipoca turboVale Pipoca Turbo: Um dos maiores clássicos vampirescos da história do cinema dirigido por Werner Herzog. Merece muita pipoca!

Livre adaptação de “Drácula” – obra que deu origem a todo legado vampiresco na literatura e no cinema -, de Bram Stoker, “Nosferatu: O Vampiro da Noite” tem direção sublime do alemão Werner Herzog. O longa, de 1979, segue de maneira fiel a história do livro de Stroker, mas traz novos elementos incorporados por Herzog como percepções bem subjetivas sobre a natureza e a vida em sociedade, por exemplo. Para quem não conhece, em 1897 a versão de “Drácula” foi o primeiro registro de um personagem vampiro em toda a história

 

Fome de Viver

The Hunger [1983]

Pipocômetro:

vale pipoca turboVale Pipoca Turbo: David Bowie no elenco e com um título autoexplicativo como esse, é óbvio que ele merece uma “Pipoca Turbo”.

“Fome de Viver” é um clássico filme da década de 1980. Traz todo os elementos que marcaram o cinema naquela época, de figurino à fotografia, passando por direção de arte e trilha sonora. Dirigido por Tony Scott – o cara faleceu em 2012 e, entre outros longas, assina “Top Gun”, além de ter feito o ótimo “Amor à Queima Roupa”, com roteiro do Tarantino. Ah, ele é irmão do também diretor Ridley Scott. “Fome de Viver” conta a história de Miriam, uma sedutora vampira que consegue se manter com aparência jovial através dos séculos graças ao sangue de seus amantes. O elenco ainda traz David Bowie (!!!), Catherine Deneuve e Susan Sarandon no auge de sua beleza.

 

Os Garotos Perdidos

The Lost Boys [1987]

Pipocômetro:

vale pipoca grandeVale Pipoca Grande: Filme para adolescente do jeito certo!

“Os Garotos Perdidos” é o típico filme feito para adolescentes da década de 1980. Com diversos elementos que lembram os clássicos “Curtindo a Vida Adoidado” e “De Vota Para o Futuro”, por exemplo, o longa ganhou uma fama cult ao longo dos anos. Lançado em 1987, “Os Garotos Perdidos” mostra a vida dos irmãos Sam e Michael, que acabam de se mudar para Santa Carla, uma cidade localizada na Califórnia. Michael, o irmão mais velho, começa a se enturmar com uma nova galera, liderada pelo misterioso David (vivido por um ainda jovem Kiefer Sutherland – da série 24 Horas). Todo mundo em Santa Carla tem ar meio soturno, misterioso. Ao longo da trama, os irmãos vão percebendo que o mistério por trás dos jovens da cidade são ainda mais nebulosos do que eles pensam.

 

Quando Chega a Escuridão

Near Dark [1987]

Pipocômetro:

vale pipoca mediaVale Pipoca Média: Um western vampiresco tem seu valor. Mas é bom não exagerar na pipoca, o excesso de sangue se faz presente.

Continuamos em 1987, desta vez com “Quando Chega a Escuridão”, de Kathryn Bigelon, diretora que levaria um Oscar de melhor direção em 2010 pelo aclamado “Guerra ao Terror”. Na trama, Caleb acaba de se mudar para uma pequena cidade do interior de Oklahoma. O rapaz é seduzido pela bela Mae, uma vampira misteriosa e cercada por um bando assustador. Caleb acaba se tornando um vampiro e segue Mae e sua gangue, que aterroriza a vizinhança, chupando pescoços e causando incêndios. “Quando Chega a Escuridão” também tem elementos claros de um longa produzido na década de 1980. Com ares de western vampiresco, o filme tem seu valor.

 

Drácula de Bram Stoker

Dracula [1992]

Pipocômetro:

vale pipoca mediaVale Pipoca Média: Filme do Coppola merece foco. Pouca pipoca e muita atenção aos detalhes.

Até Francis Ford Coppola – diretor responsável pela trilogia “O Poderoso Chefão”, “Apocalipse Now” e diversos outros longas de respeito – já se aventurou na temática vampiresca. Em 1992, Coppola lançou “Drácula de Bram Stoker”. O longa foi aclamado pela crítica e teve quatro indicações ao Oscar. O filme levou três estatuetas: Melhor Figurino, Melhores Efeitos Sonoros e Melhor Maquiagem. Diferente da versão feita por Werner Herzog em 1979, o “Drácula de Bram Stoker” de Coppola não é tão fiel à obra original e dá uma pequena viajada no roteiro – e isso não é um problema. Até hoje o longa é lembrado como um dos mais importante do gênero. Coppola pode tudo.

 

Entrevista com o Vampiro

Interview with the Vampire [1994]

Pipocômetro:

vale pipoca turboVale Pipoca Turbo: Brad Pitt, Tom Cruise, Christian Slater e Antonio Bandeiras juntos? Vai dar fome, sede, e ainda pedir sobremesa.

Um dos filmes sobre vampiros mais emblemáticos da década de 1990, “Entrevista Com Vampiro” é uma rara oportunidade de ver Tom Cruise e Brad Pitt – dois bons atores e galãs – atuando juntos. Lançado em 1994 e dirigido por Neil Jordan, o longa conta a história de Louis de Pointe du Lac – vivido por Pitt -, um vampiro que há mais de 200 anos perambula pela terra em busca de paz de espírito. Lestat – Cruise – foi o responsável por transformar du Lac em vampiro, o filme mostra todo que Lestat aprontou com du Lac nos últimos séculos. O elenco ainda traz outros dois galãs noventistas: Christian Slater e Antonio Banderas, além de uma jovem Kirsten Dunst (lê-se criança).

 

Um Drink no Inferno

From Dusk Till Dawn [1996]

Pipocômetro:

vale pipoca grandeVale Pipoca Grande: Filmaço com R. Rodriguez na direção, mais Tarantino atuando e roteirizando. Faça uns bons drinks também.

Um clássico, “Um Drink no Inferno” é um dos longas mais lembrados do diretor Robert Rodriguez, parceiro de peripécias de Quentin Tarantino. O diretor de “Pulp Fiction”, inclusive, ajudou no roteiro e está no elenco do filme. Tarantino faz par com George Clooney. A dupla dá vida aos irmãos Geko, fugitivos da polícia após cometerem uma série de atrocidades. Os irmãos sequestram um ex-pastor e seus filhos com o plano de atravessar a fronteira do México. A tarefa é cumprida com êxito e os Geko decidem comemorar parando numa espécie de bar/prostíbulo frequentado por uma galera barra pesada. Por lá, as coisas fogem um pouco de controle, e criaturas estranhas começam a surgir. Salma Hayek está simplesmente deslumbrante.

 

A Sombra do Vampiro

Shadow of the Vampire [2000]

Pipocômetro:

vale pipoca mediaVale Pipoca Média: Ótimas atuações e roteiro que foge do senso comum dos filmes de vampiro. Melhor prestar bastante atenção e comer menos.

“A Sombra do Vampiro” já merece lugar de destaque em nossa lista só por ter como protagonistas os geniais John Malkovich e Willem Dafoe. O filme tem roteiro maluco e fala sobre a produção de um filme baseado na obra de Bram Stoker. O personagem vivido por Malkovich é o diretor do longa fictício. Como a família de Stoker não autorizou o uso dos direitos do livro, o cineasta decide mudar alguns detalhes da história para não ter problemas. Dafoe vive um vampiro de verdade que vai dar vida ao vampiro do longa criado pelo diretor. Confuso, né? Fora do comum, eu diria.

 

Deixa Ela Entrar

Låt den rätte komma in [2008]

Pipocômetro:

vale pipoca turboVale Pipoca Turbo:  Ótimo filme recente sobre o tema. Nesse longa o sangue se vai, mas a fome fica.

Único filme sueco da lista, “Deixa Ela Entrar” é um dos “novos” trabalhos sobre vampiros mais aclamados pela crítica. Lançado em 2008 e dirigido por Tomas Alfredson, o longa ganhou até uma adaptação norte-americana em 2011. Se passa no subúrbio de Estocolmo e conta a história do menino Oskar, que sente-se muito sozinho na escola onde estuda. Sem muitos amigos, ele acaba se aproximando de Eli, que acaba de se mudar para a vizinhança. Em meio a nova amizade que se forma, uma série de assassinatos começa a acontecer. Detalhe: todo o sangue das vítimas é retirado. Ao que tudo indica, Eli tem alguma conexão macabra com a história.

 

Anderson Neco
Jornalista apaixonado por música, futebol, cerveja e cinema - não necessariamente nessa ordem. Já escreveu sobre cultura, telecomunicações e até gado. Ao longo dos anos, o rapaz - que coleciona frustrações e vinis - só conseguiu ter certeza de uma coisa: "The Godfather" é o filme mais importante de todos os tempos.

Tá na rede!

Em caso de chefe
clique aqui