• Colabore!
  • Sobre nós
  • Contato
  • Anuncie

Atitude Coletiva

chevron_left
chevron_right

10 Dicas para os nudes não caírem (literalmente) em mãos erradas

Sacanagem e segurança devem andar sempre juntas.

Tem gente que fala que a energia elétrica foi a maior invenção de todos os tempos, mas isso é porque naquela época ainda não existiam os nudes.

Mandar ou receber esse tipo de foto já virou hábito no mundo virtual, mas será que você sabe como evitar que a imagem do seu corpinho desnudo não caia em mãos erradas?

A empresa especialista em segurança de eletrônicos TecTotalelaborou uma lista com 10 dicas pra você aproveitar o melhor da tecnologia – a sacanagem – sem se meter em apuros. Olha só!

***

1. Cuidado com o Wi-Fi Público

Uma maravilha encontrar um sinal de wi-fi livre, não é mesmo? Pois saiba que isso pode ser uma grande armadilha para coletar dados do seu dispositivo. Prefira sempre redes wi-fi já conhecidas e confiáveis.

Vamos falar com o DJ e ver se ele nos fala a senha do Wi-Fi

 

2. Não repita as senhas

Ter a mesma senha para várias plataformas e aplicativos é um alvo fácil para pessoas mal intencionadas – descobrindo uma, eles terão acesso a toda sua vida virtual, inclusive as nudes. Também é importante não divulgar suas senhas, mesmo que seja para famílias, amigos ou parentes.

12345? Incrível, eu tenho a mesma combinação para minha mala.

 

3. Senha nos Apps

Procure utilizar senhas complexas, que misturem letras com números e adicioná-las em todos seus eletrônicos e aplicativos. Uma maneira de facilitar esse trampo é instalando o AppLock (disponível para Android e iOS), que colocará senhas para dar acesso aos seus aplicativos.

Por que eu não consigo me lembrar de nenhuma das minhas senhas da internet?

 

4. Evite salvar arquivos em mídias físicas

Ter suas fotos sem roupa salvas em pendrive, HD externo, ou CD pode ser um grande risco. Se por acaso você perder um desses objetos, suas bundinha vai ser mais vista que a Playboy da Tiazinha nos anos 90.

E se por acaso fizer, quando for se desfazer, destrua a mídia, para não haver como recuperar algum conteúdo que já existiu ali.

 

5. Senha nas fotos

Aquela sua nude ficou incrível e jamais vai se desfazer dela, certo? A dica é compactar os arquivos e adicionar senhas, para dificultar o acesso. O aplicativo Private Photo Vault (disponível para Android e iOS) direciona suas nudes diretamente para a pasta do app que estiver usando, mas com senha obrigatória.

A senha é… senha. | Acesso permitido.

 

6. Aposte no Antivírus

Escolha os antivírus mais conhecidos no mercado, e instale em seu smartphone. A internet é um lugar bastante hostil e você precisa proteger seu equipamento.

 

7. Salve em serviços de nuvens confiáveis

Evite utilizar serviços de nuvens gratuitos, pois eles não oferecem suporte nem garantia caso você precise de alguma ajuda. Escolha sempre os mais conhecidos do mercado, com credibilidade. Também evite deixar a sessão “como veio ao mundo” salva no seu e-mail. O acesso a essa plataforma é mais fácil, e o risco que você correrá será maior.

Você recebeu meu e-mail com sacanagem?

 

8. Não tenha várias cópias de seus arquivos

Você salvou numa pasta X, depois copiou para um pendrive, e por fim, mandou tudo pro e-mail. Ter várias cópias dos seus nudes só vai aumentar as chances dele cair na rede, concorda? Fazer um backup, tudo bem, agora multiplicar a mesma foto por aí é bastante arriscado.

Copiando

 

9. Esvazie a lixeira

Limpe bem a “cena do crime”. Após deletar alguma das imagens, lembre-se sempre de esvaziar a lixeira. É um costume dos curiosos dar uma olhada no seu lixo pra saber o que você quis “jogar fora”.

 

10. Cuidado ao compartilhar equipamentos

Sua máquina deu pau e você precisa levá-la ao conserto. Antes de mais nada, faça um backup dos seus arquivos, e limpe os documentos que você quer privacidade.

Mesmo o compartilhamento de informações de conteúdo íntimo ser considerado crime, graças a lei “Carolina Dieckmann”, não é muito incomum ter nudes vazadas por técnicos mal intencionados.

Por este motivo, procure sempre empresas sérias, com credibilidade no mercado para reparar seus dispositivos e atente-se a quem você empresta seu smartphone, notebook ou outros eletrônicos.

– Muita sacanagem, mas com segurança. Falando nisso, use camisinha!

Fonte(s): TecTotal
Redação - Almanaque SOS
Sempre tem jeito. Acompanhe o SOS também pelo Facebook, Instagram e Twitter

Tá na rede!

Quero mais!

Veja mais artigos!

Em caso de chefe
clique aqui